Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1494
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Linguagem em telejornalismo e percepção do real
Autor(es)/Inventor(es): Ferreira Junior, Duilo Victor
Orientador: Ribeiro, Ana Paula Goulart
Resumo: A assimilação do conteúdo transmitido por um telejornal expõe, em suas nuances de linguagem e formatações simbólicas, uma intrincada e histórica formação de poder sobre a percepção da realidade de um ambiente social. O objetivo do trabalho, portanto, tomando como foco o telejornal mais bem sucedido em termos comerciais do país, o Jornal Nacional, é investigar o repertório de símbolos e formas discursivas construídas através do tempo que levam o público a acreditar no que é transmitido, dar credibilidade. Por meio de um resgate do contexto histórico que possibilitou a pujança das Organizações Globo no cenário político do regime militar do Golpe de 1964, o trabalho expõe, posteriormente, o desenvolvimento técnico que permitiu a evolução de linguagem. Por fim, uma edição do Jornal Nacional é alvo de estudo de caso em que a fundamentação teórica é exemplificada.
Palavras-chave: Televisão
Telejornalismo
Linguagem
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 29-Nov-2006
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: FERREIRA JUNIOR, Duilo Victor. Linguagem em telejornalismo e percepção do real. 2006. 52 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.
URI: http://hdl.handle.net/11422/1494
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DJUNIOR.pdf936,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.