Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2011
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: A formação do Capitalismo em Portugal: uma análise
Autor(es)/Inventor(es): Catharino, Victor da Silva
Orientador: Barreiros, Daniel de Pinho
Resumo: Durante meu primeiro período no curso de Graduação em Ciências Econômicas no Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IE/UFRJ), mais precisamente nas aulas de História Econômica Geral I, tive contato pela primeira vez com a obra do professor emérito de Harvard, David S. Landes, um best-seller do final dos anos 1990, intitulado “A Riqueza e a Pobreza das Nações: por que umas são tão ricas enquanto outras são tão pobres”.Com esta leitura de “A Riqueza e a Pobreza das Nações”, levantei meu primeiro questionamento, que posteriormente me motivou a desenvolver este trabalho. Tal dúvida consistia em saber o motivo pelo qual Portugal não se tornou uma das grandes potências econômicas, deixando para trás o Antigo Regime, dando boas-vindas ao sistema capitalista. Influenciado pela leitura de David Landes, eu acreditava que um país que tivesse tido a oportunidade de acumular toda aquela riqueza proveniente do comércio marítimo com as Grandes Navegações (incluindo as colônias do Novo Mundo) – e com um tempero de ética weberiana – estaria destinado a ser uma potência econômica, transpondo as barreiras que levam ao progresso e ao capitalismo.
Palavras-chave: Capitalismo
Feudalismo
Desenvolvimento econômico
Portugal
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jan-2013
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2011
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VSCatharino.pdf386,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.