Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/223
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: LetrAção da Mídia
Autor(es)/Inventor(es): Azevedo, Aline Meirelles de
Orientador: Barros, Sebastião Amoêdo de
Resumo: A relevância das fontes de informação no processo de aprendizado, alfabetização e extensão cultural na população brasileira é indiscutível. Com base em alguns levantamentos realizados pelo Ministério da Cultura (MinC) e Ministério da Educação (MEC), realizo a revisão de literatura onde exponho os níveis de alfabetismo encontrados no Brasil e o contexto de indústria cultural, como um produto adaptado ao consumo de massas, sendo necessário atender algumas funções estabelecidas pela imprensa como a política, a econômica, a educativa ou a de entreter. O estudo de caso feito através das capas do jornal Meia Hora de Notícias mostram as técnicas de fait divers utilizadas para atrair o público-alvo, classe C e D. Os principais assuntos narrados nas manchetes das capas selecionadas são de acordo com a classificação feita por Danilo Angrimani (1994). Considero a responsabilidade do bibliotecário nesse processo educacional e como ela foi minimizada no decorrer dos anos gerando um apagão na área de Recursos Humanos do nosso país em desenvolvimento.
Palavras-chave: Alfabetização
Mídia impressa
Sensacionalismo
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIA
Departamento: Faculdade de Administração e Ciências Contábeis
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 8-Mar-2013
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/223
Aparece nas coleções:Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AZEVEDO__Aline._LetrAção_da_Mídia_PF_II_25_fev._2013.PDF1,51 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.