Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2547
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Retratos de um Brasil analfabeto: uma avaliação do Programa Brasil Alfabetizado sob a ótica dos analfabetos excluídos
Autor(es)/Inventor(es): Antunes, Fernanda Felberg
Orientador: Paixão, Marcelo Jorge de Paula
Resumo: O Programa Brasil Alfabetizado (PBA) é, desde 2003, a principal política do governo voltada para a Alfabetização de Jovens e Adultos. O programa, lançado pela Secretaria Extraordinária de Erradicação do Analfabetismo (SEEA) e transferido, em 2004, para a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD) tinha como objetivo não somente ser uma porta de acesso à cidadania através da erradicação do analfabetismo entre jovens, adultos e idosos, como também servir de incentivo ao aumento da escolarização desses indivíduos. O presente trabalho consiste numa análise da efetividade do PBA sob o ponto de vista dos analfabetos excluídos. Para tanto, escolheu-se como objeto de estudo o grupo de pessoas com 15 anos ou mais que se declaram analfabetos e que estão fora das classes de Alfabetização de Adultos ou de qualquer outra classe formal de ensino conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) entre os anos de 2003 e 2011. Confirmou-se, segundo os dados oficiais, que a execução do Programa ficou muito aquém das metas estabelecidas. O resultado foi um número significativo de analfabetos que não freqüentavam nenhuma classe regular de ensino fundamental nem turma de Alfabetização de Adultos. Diante dos números alarmantes fez-se uma análise do perfil dessas pessoas com recortes por Grandes Regiões, Faixa Etária, Área de localização de Domicílio, Sexo e Cor ou Raça, a qual, acredita-se poder servir de subsídios ao governo na busca por melhorias em sua política de modo a alcançar um número maior de analfabetos. Observou-se que o grupo analisado era composto, em sua maioria, por indivíduos adultos, na faixa entre 40 a 64 anos, pretos e pardos, mulheres, que moravam na região Nordeste e habitavam a zona rural. A permanência do mesmo perfil das pessoas historicamente excluídas das oportunidades de educação demonstra que a efetividade do PBA é bastante questionável.
Palavras-chave: Analfabetismo
Alfabetização de jovens e adultos
Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD)
Políticas públicas
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA DOS RECURSOS HUMANOS
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Abr-2013
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2547
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FFAntunes.pdf347,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.