Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2836
Tipo: Dissertação
Título: Variação sazonal da distribuição, abundância e diversidade dos peixes na zona de arrebentação da Praia do Cassino, RS - Brasil
Autor(es)/Inventor(es): Cunha , Luiz Paulo Rodrigues
Orientador: Chao , Labbish Ning
Resumo: De março de 1980 a fevereiro de 1981, amostragens quinzenais regulares de peixes, através de arrastos de praia, foram efetuadas em oito estações fixas ao longo de 67 km da praia arenosa situada imediatamente ao sul da desembocadura da Lagoa dos Patos, RS, Brasil. Um total de 49.170 peixes, englobando 41 espécies de teleósteos, foi capturado com uma rede de arrasto de praia, de 9 m, na zona marginal de arrebentação, em profundidades menores que 1,5 m. Mais de 99 % das capturas compreenderam 11 espécies, a maioria juvenis. Fevereiro (verão) apresentou a maior diversidade de espécies (20), e julho (inverno), a menor (6). Quatro espécies, Trachinotus marginatus, Mugil liza, Menticirrhus littoralis e Oncopterus darwini, se fizeram representar nas capturas durante todo o ano. Com exceção de Mugil liza, que foi também muito abundante na Lagoa, as demais espécies foram raramente, ou nunca, capturadas no estuário. Sete espécies foram capturadas entre 6 e 11 meses do ano, incluindo Odontesthes bonariensis, Xenomelaniris brasiliensis, Mugil curema, M. hospes Lycengraulis grossidens, Brevoortia pectinata e Micropogonias furnieri, todas elas tipicamente estuarinas. Os peixes capturados na praia em até 5 meses do ano foram: Anchoa marinii, Sardinella brasiliensis, Caranx latus, Ramnogaster arcuata e Jenynsia lineata. Dentre elas, apenas A. marinii apresentou um pico de abundância máxima no verão, sendo que as capturas combinadas das espécies remanescentes não atingiram 1 % da captura total anual. Outrossim, 25 espécies foram capturadas "incidentalmente", mormente durante os meses quentes do ano. Estas últimas incluíram juvenis de peixes estuarinos e marinhos costeiros usualmente encontrados, na área, em águas ligeiramente mais profundas, além de peixes tropicais do norte. Uns poucos caracídeos foram também capturados na praia, os quais foram, provavelmente, carreados com o fluxo da Lagoa ou de pequenos riachos costeiros. Em 24 de fevereiro de 1981, ocorreu uma captura excepcionalmente numerosa de Mugil hospes, estimada em 51.851 indivíduos. Os dados relativos a essa captura foram tratados separadamente, não tendo sido incluídos na análise geral da comunidade de peixes. A zona de arrebentação da área estudada provê, aparentemente, uma associação de peixes diferente daquela observada no estuário e em águas costeiras com mais de 5 m de profundidade. Representa uma importante zona de crescimento e alimentação, e, provavelmente, também uma área transitória para muitas espécies de peixes do sul do Brasil. Observações preliminares das capturas dos arrastos comerciais foram incluídas na discussão do ciclo de vida e migração das espécies mais abundantes.
Resumo : From march, 1980 to february, 1981, regular biweekly beach seine fish samples were taken at eight fixed stations along a 67 km stretch of sand beach just south of the mouth of Lagoa dos Patos, RS, Brazil. A total of 49,170 fishes, belonging to 41 teleost species, were caught by a 9 m beach seine in the marginal surf zone waters less than 1.5 m deep. Eleven species, represented mostly by juveniles, were present in more than 99 % of the catches. The highest (20) and the lowest (6) species diversity were found in the months of february (summer) and July (winter), respectively. four species, Trachinotus marginatus, Mugil liza, Menticirrhus littoralis and Oncopterus darwini were present in the catch year-round. Except for Mugil liza, which was also very abundant in the Lagoa, the others were rarely or have never been caught in the estuary. Seven species were caught in 6 to 11 months of the year, including , Odontesthes bonariensis, Xenomelaniris brasiliensis, Mugil curema, M. hospes Lycengraulis grossidens, Brevoortia pectinata and Micropogonias furnieri, all typical estuarine fishes. Fishes caught on the beach up to 5 months of the year were Anchoa marinii, Sardinella brasiliensis, Caranx latus, Ramnogaster arcuata and Jenynsia lineata. Among them, only A. marinii showed a peak of high abundance in summer, and the combined catches of the remaining species did not reach to 1 % of total yearly catch. Furthermore, 25 species were caught '' incidentally" mostly during the warmer months of the year. They included juveniles of coastal marine and estuarine fishes, usually found in slightly deeper waters of the area, and tropical fishes from the north. Few characids were also caught on the beach, which were probably washed out from the lagoa ar small coastal creeks. An excepcionally large catch on the 24th of february, 1981, was estimated to have 51,851 individuals of Mugil hospes. Data of this catch were treated separetely and were not included in the general analysis of the fish comunity. The surf zone of the study area is apparentely proviging a fish community assemblage different from the adjacent estuary of lagoa dos Patos and coast waters over 5 meters of depth. lt is an important nursery ground and possibly also a transient zone for many species in southern Brazil. Preliminary observations on the commercial haul seine catches have been included in the discussion of life histories and movements for the most abundant species.
Palavras-chave: Peixes
Cassino, Praia do (RS)
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Programa: Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 1981
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2836
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
200636.pdf9,44 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.