Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3032
Tipo: Dissertação
Título: Taxonomia da subclasse Tetractinomorpha (Porifera, Demospongiae) do Arquipélago de Abrolhos, BA, Brasil
Autor(es)/Inventor(es): Esteves, Eduardo Leal
Orientador: Muricy, Guilherme Ramos da Silva
Resumo: São descritas e ilustradas as esponjas da subclasse Tetractinomorpha do Arquipélago de Abrolhos, Bahia, que integra a maior e mais complexa região recifal do Atlântico Sul. Uma chave para a identificação das espécies de Tetractinomorpha do arquipélago também é fornecida. Foram identificadas 17 espécies de Tetractinomorpha para o arquipélago. Cinco espécies representam novas ocorrências para a costa da Bahia. Cliona delitrix Pang, 1973, Terpios fugax Duch. & Mich., 1864 e Timea stenosclera Hechtel, 1969 são novas ocorrências para a costa brasileira. Duas espécies são novas para a ciência: Stelletta anasteria sp. nov. e Terpios ignis sp. nov. Quatro espécies do gênero Tethya Lamarck, 1814 coletadas no arquipélago foram bem caracterizadas em outro trabalho, e por isto não são redescritas no presente estudo. O Arquipélago de Abrolhos apresenta uma rica fauna de Tetractinomorpha em relação às demais regiões recifais da costa brasileira, o que pode estar relacionado com a pequena exposição do local às águas costeiras ricas em sedimento em suspensão. A fauna de Tetractinomorpha do Arquipélago de Abrolhos apresenta grande afinidade com a caribenha, mas é apresentada por 35,2% de espécies endêmicas do local. A grande riqueza de espécies, o endemismo e a heterogeneidade da distribuição das espécies de Tetractinomorpha no Arquipélago de Abrolhos reforçam a necessidade de se proteger os recifes do local.
Resumo : ln the present study are described and illustrated the sponges of the Subclass Tetractinomorpha from Abrolhos Archipelago, which integrates the largest and most complex reefal region of the South Atlantic. A key to the identification of the Tetractinomorph species from archipelago is also given. Seventeen species of Tetractinomorpha were identified for the archipelago. Five species are new records for the coast of Bahia. Cliona delitrix Pang, 1973, Terpios fugax Duch. & Mich., 1864 and Timea stenosclera Hechtel, 1969 are new occurrences for the Brazilian coast. Two species are new to science: Stelletta anasteria sp. nov. and Terpios ignis sp. nov. Four species of the genus Tethya Lamarck, 1814 collected on the archipelago are well characterized in another work and are not redescribed here. The Abrolhos Archipelago presents a rich Tetractinomorph fauna in relation to the remaining reefal regions of the Brazilian coast. The Tetractinomorph fauna from Abrolhos Archipelago presents a great affinity to the Caribbean one, but is represented by 35,2% of species that are endemic to the local. The great richness, the endemicity and the heterogeneous distribution of the Tetractinomorph species on the Abrolhos Archipelago reinforce the necessity to protect the local reefs.
Palavras-chave: Tetractinomorpha
Recifes de coral
Demospôngias
Esponjas
Abrolhos, Arquipélago dos (BA)
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Out-2003
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3032
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
617855.pdf14,23 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.