Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3432
Tipo: Dissertação
Título: Distribuição espaço-temporal de Scolelepsis cf. squamata (Muller, 1808) (Polychaeta : Spionidae) como ferramenta para estudos da dinâmica sedimentar costeira
Autor(es)/Inventor(es): Souza , Gabriela Neves de
Orientador: Paiva , Paulo Cesar de
Coorientador: Dias , Marcelo Sperle
Resumo: A população de Scolelepsis cf. squamata da praia de Dois Rios, Ilha Grande, litoral sul do Estado do Rio de Janeiro, foi analisada durante as marés baixas de maio/2001, julho/01, novembro/01 e janeiro/02. A relação entre a distribuição espaço-temporal de S. squamata e a morfodinâmica da praia de Dois Rios foi examinada em escalas longitudinal e transversal, utilizando como variáveis a densidade e o tamanho da espécie. Foram traçados oito transectos que estiveram submetidos a diferentes influências hidrodinâmicas ao longo da praia. A face da praia foi dividida em três regiões transversais, de onde foram tomadas três réplicas aleatórias em cada um dos pontos ao longo da praia. As diferenças observadas na distribuição longitudinal foram explicadas pela morfodinâmica da praia, onde a densidade aumentou do estado de erosão (terraço de baixa mar) para o de deposição (refletivo) e o tamanho aumentou do estado de deposição para o de erosão. As exceções observadas, neste padrão foram explicadas pelo regime hidrodinâmico local. A relação observada entre tamanhos intermediários para grandes de S. squamata e a assimetria negativa do sedimento, mostram a importância do transporte passivo na distribuição da espécie. Não foi encontrada uma correlação entre a distribuição de S. squamata e o tamanho do grão, porém, foi encontrada uma evidente relação entre a distribuição da espécie e o transporte de sedimento marinho. Baixas densidades de S. squamata foram observadas durante períodos de alta hidrodinâmica, devido a sua baixa resistência ao transporte pela ação de ondas. Mesmo sob influência de alta hidrodinâmica, pequenos tamanhos de S. squamata foram encontrados durante este período, que coincidiu com o período de recrutamento da espécie. A associação observada entre a distribuição espaço-temporal de S. squamata, o estado morfodinâmico da praia e o transporte de sedimento em praias arenosas oceânicas.
Resumo : A population of the spionid polychaete Scolelepis cf. squamata was studied on Dois Rios beach, an embayed oceanic beach located at Ilha Grande (a coastal island), at the southeastern Brazilian coast. The relationship between beach morphodynamics and the spatial-temporal distribution of this species along and across the beach was evaluated in relation to density and body size variables. Sampling was carried out during spring low tides of May/2001 , July/2001 , November/2001 and January/2002. Eight transects with different hydrodynamical influences were chosen along the entire beach. The intertidal beach was divided into three across-shore zones, where three replicate samples were randomly collected from each zone at each transect. Differences in S. squamata longshore distribution occurred mainly due to beach morphodynamics, where species densities increased from erosional (low tide terrace) to depositional (reflective) beach states and species body size increased from depositional to erosional ones. However, exceptions that could not be explained by the morphodynamic state per se, seems to be related to hydrodynamic patterns. The association between intermediate to large S. squamata body sizes and coarser skewed sands, shows the great importance of passive transport of individuals in determining species distribution. A correlation between sediment size and S. squamata distribution were not found, although a clear relationship between species distribution and marine sediment transport were found. S. squamata densities were lower during high hydrodynamic periods due to their weaker resistance to transport by wave action. In spite of the high hydrodynamics, smallest S. squamata body sizes were found in this period, that coincided with a species recruitment. The close association observed among S. squamata spatialtemporal distribution, morphodynamic beach state and sediment transport, supports the hypothesis that this species density and body size distribution might be used as a tool for correlating beach morphodynamics, hydrodynamics and sediment transport in oceanic sandy beaches.
Palavras-chave: Scolelepis squamata
Spionidae
Poliquetas
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Programa: Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Ago-2003
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3432
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
617851.pdf5,17 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.