Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10262
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Quantificação das substituições isomórficas nióbio-tântalo e ferro-manganês em minerais do subgrupo da Columbita por difração de raios X
Author(s)/Inventor(s): Moutinho, Vivian Fernandes
Advisor: Ávila, Ciro Alexandre
Co-advisor: Neumann, Reiner
Co-advisor: Alves, Felipe Emerson André
Abstract: Os minerais do subgrupo da columbita compõem uma solução sólida completa, com fórmula geral AB2O6, onde o sítio A é ocupado predominantemente por Fe2+ e Mn2+ e o sítio B por Ta5+ e Nb5+. Os cátions de ambos os sítios coordenam seis átomos de oxigênio, formando octaedros de AO6 e BO6. O comprimento das ligações entre Ta e O é maior que das ligações Nb-O, e o raio iônico do Mn2+ é maior que o do Fe2+ em coordenação octaédrica. Desta forma, maiores teores de Mn e Ta, em relação a Fe e Nb, podem causar expansões nos parâmetros de cela destes minerais. A partir do refinamento de difratogramas pelo método de Rietveld, foi calculada a dimensão de cada eixo cristalográfico dos minerais do subgrupo da columbita, e comparada aos teores de Ta e Fe obtidos em análise química por fluorescência de raios X. Foi observado alto grau de correlação (R²=0,86) entre os teores de Ta e o comprimento do eixo a. As dimensões dos parâmetros de cela permitiram a classificação dos minerais do subgrupo da columbita presentes em cada amostra de acordo com o seu grau de ordem catiônica. Considerando apenas as amostras com alto grau de ordem catiônica, o ajuste dos dados foi otimizado, sendo obtido R²=0,99 para uma equação que relaciona os teores de Ta e o eixo b, e R²=1 para teores de Fe e o eixo a. Também foi observada uma relação direta entre a composição química e os volumes de cela das amostras ordenadas. As equações que melhor descrevem as relações encontradas são nTa=(b-5,7251)/0,0193 e nFe=(14,447-a)/0,1908. Estas equações podem ser utilizadas para determinar os teores de Ta, Nb, Fe e Mn em minerais do subgrupo da columbita com alto grau de ordem catiônica, utilizando os parâmetros de cela, que podem ser obtidos por refinamento pelo método de Rietveld. Essa metodologia permite o cálculo da composição química majoritária destes minerais simultaneamente à quantificação de todas as fases cristalinas da amostra.
Keywords: Minerais do subgrupo da columbita
Parâmetros de cela
Método de Rietveld
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA
Department : Instituto de Geociências
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2019
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MOUTINHO, V.F.pdf2,65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.