Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1041
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarradas, Ary Vieira-
dc.contributor.authorAlves, Vinícius Bento-
dc.date.accessioned2016-11-06T02:12:22Z-
dc.date.available2016-11-07T03:00:09Z-
dc.date.issued2015-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1041-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectIndústria cinematográficapt_BR
dc.subjectDesigualdade regionalpt_BR
dc.subjectAudiovisualpt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.subjectAnálise multivariadapt_BR
dc.titleAnálise multivariada da indústria do audiovisualpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0198815644357304pt_BR
dc.contributor.referee1Kubrusly, Lúcia-
dc.contributor.referee2Prado, Luiz Carlos-
dc.description.resumoIdentifica diferenças regionais na Indústria do Audiovisual e ressaltar possíveis pontos onde se pode investir para desenvolver a indústria ao longo de todo o país. Para isso foi montado uma matriz de dados 27x11, com 27 Unidades da Federação (UF’s) como observações e 11 variáveis quantitativas que caracterizam a essa indústria. Os dados são do ano de 2013 e foram retirados do site FilmeB, majoritariamente. Para medir as diferenças regionais foram utilizados dois métodos de Análise Multivariada: Método de Ward e Método de Análise de Componentes Principais. O primeiro é um método de Análise de Agrupamento e visa agrupar as observações (UF’s) de acordo com as semelhanças existentes entre elas. O segundo método visa reduzir o espaço dimensional para que se possa trabalhar com o menor número de dimensões possíveis sem perder muita informação. Conseguiu se dividir as 27 UF’s em 5 grupos e trabalhar com 3 componentes principais que correspondem à 89,5% da variância existente nos dados. Foram encontrados diversos níveis de diferenças entre as regiões sendo São Paulo e Rio de Janeiro os estados com melhor desenvolvimento da Indústria Audiovisual e Piauí o estado com pior desenvolvimento dessa indústria. Os melhores resultados são concentrados na região Centro-Sul, mas dois estados do Norte merecem destaque: Pernambuco e Amazonas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VBAlves.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.