Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10557
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMello, Kátia Sento Sé-
dc.contributor.authorMartins, Rodolpho Hugo dos Santos-
dc.date.accessioned2019-11-22T15:27:30Z-
dc.date.available2019-11-24T03:00:11Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationMARTINS, Hugo dos Santos. A dinâmica das violências na construção dos gêneros “travesti” e “transexual”. 2016. 59 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/10557-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectIdentidade de gêneropt_BR
dc.subjectViolênciapt_BR
dc.subjectTravestispt_BR
dc.subjectTransexualidadept_BR
dc.titleA dinâmica das violências na construção dos gêneros “travesti” e “transexual”pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1715387197125009pt_BR
dc.description.resumoAnalisa a percepção que travestis e transexuais têm das violências sofridas por elas, respondendo a pergunta, o que as pessoas travestis e transexuais entendem por violência? A pesquisa busca identificar onde e como se dão os aspectos das violências sofridas por essas pessoas travestis e transexuais, os motivos por trás desses atos de agressão, e a relevância dos mesmos na formação dessas identidades de gênero. Essa análise é realizada também com base nas opiniões de travestis e transexuais, sobre a Parada do Orgulho LGBT e a Marcha das Vadias, no Rio de Janeiro, e vêm sendo coletadas através de conversas informais, de opiniões e experiências relatadas em notícias sobre violência e outras formas de violação de direitos que tenham sofrido. Esses dados vêm permitindo compreender a multiplicidade de intenções e percepções sobre os atos de insulto moral e violência física, dentro das relações de violência de gênero onde o poder é articulado, assim como, compreender a existência de lacunas e proximidades produzidas pelos movimentos sociais, no tocante a representatividade dos interesses pessoais e coletivos de travestis e transexuais em sua busca por reconhecimento, participação e legitimidade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Serviço Socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RHMartins.pdf496.5 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.