Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10698
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: A formação social brasileira e o agronegócio em Mato Grosso
Author(s)/Inventor(s): Scarabeli, Vanderly
Advisor: Coelho, Marilene Aparecida
Abstract: Estuda a Formação social brasileira e o agronegócio em Mato Grosso. O interesse sobre o tema advém da experiência pessoal como tralhador rural em Mato Grosso e da atuação como militante há 23 anos no MST, sendo 20 anos nesse estado. Pretende-se com este estudo a aproximação das análises criticas que evidenciam as contradições e as mediações no processo de formação social no Brasil que determinaram a constituição do latifúndio e do agronegócio no Brasil, particularmente em Mato Grosso, e a simbiose entre os mesmos. Pressupõe-se que a análise da constituição do latifúndio e o desenvolvimento do agronegócio implica a necessidade de apreender as suas imbricações com o trabalho, com o meio ambiente e com o Estado. A metodologia utilizada foi à pesquisa bibliográfica e documental. Esse trabalho está organizado em três capítulos. O primeiro capítulo analisa a constituição do latifúndio, a dependência econômica e a modernização capitalista da agricultura brasileira. Busca-se identificar os aspectos históricos fundamentais e críticos sobre a formação do capitalismo brasileiro e suas relações com o capitalismo internacional. Expansão da fronteira agrícola, desenvolvimento da agricultura e o latifúndio é o conteúdo abordado no segundo capítulo deste trabalho. Busca-se, neste capítulo, compreender o processo de concentração da propriedade da terra no estado de Mato Grosso em relação ao domínio territorial, a busca de riquezas minerais e a escravização dos povos indígenas. No terceiro capítulo aborda-se a relação entre o latifúndio e o agronegócio, e a necessidade de superação deste modo de produção fundado na exploração da força de trabalho. Neste sentido, analisa-se a função da pequena propriedade e das colônias agrícolas para desenvolvimento e expansão da fronteira agrícola capitalista, bem como as tendências e as contradições do agronegócio. Buscaremos compreender a disputa de projetos para o campo brasileiro destacando as lutas, resistências e o Programa de Reforma Agrária Popular do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O estudo evidencia o caráter destrutivo do latifúndio e do agronegócio em relação à força de trabalho e ao meio ambiente.
Keywords: Reforma agrária
Agronegócio
Capitalismo
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::FUNDAMENTOS DO SERVICO SOCIAL
Production unit: Escola de Serviço Social
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 18-Nov-2015
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: SCARABELI, Vanderly. A formação social brasileira e o agronegócio em Mato Grosso. 2015. 107 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VScarabeli.pdf1,6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.