Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10917
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGarcia, Joana Angélica Barbosa-
dc.contributor.authorSilva, Ana Carolina da-
dc.date.accessioned2019-12-20T14:41:46Z-
dc.date.available2019-12-22T03:00:11Z-
dc.date.issued2015-
dc.identifier.citationSILVA, Ana Carolina da. Reflexões sobre o SINASE e as medidas sócioeducativas: um olhar para o CREAS. 2015. 103 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/10917-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAssistência socialpt_BR
dc.subjectApoio socialpt_BR
dc.subjectCidadaniapt_BR
dc.titleReflexões sobre o SINASE e as medidas socioeducativas: um olhar para o CREASpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9449921531811959pt_BR
dc.description.resumoO objeto dessa pesquisa é o trabalho social com adolescentes em conflito com a lei e em cumprimento de medida socioeducativa. Como referência normativa, apoia-se no Estatuto da Criança e do Adolescente, que define, em seu Artigo 103, que o ato infracional é a conduta descrita como crime ou contravenção penal, praticada por criança ou adolescente, penalmente inimputável, a estes adolescentes devem ser aplicadas medidas de proteção ou medidas socioeducativas. O SINASE (2006) determina que os atendimentos socioeducativos não afastem o adolescente de suas referências de pertencimento e convivência social, que propicie o seu acesso aos direitos, possibilitando seu pleno desenvolvimento como sujeito. Neste sentido, as medidas socioeducativas devem ter um caráter essencialmente pedagógico. As legislações brasileiras destinadas aos adolescentes que cometeram ato infracional, garantem que sejam implementadas medidas que viabilizem a superação da condição criminal. Porém, na realidade as medidas socioeducativas, principalmente as restritivas de liberdade estão bem longe do modelo aspirado pelo ECA. Este estudo busca, através de entrevistas, análise institucional e documental, analisar os desafios enfrentados em um dos equipamentos do Sistema de Garantia de Direitos – o CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), caracterizando o perfil dos adolescentes e as implicações do cometimento do ato infracional. O CREAS analisado está situado na Baixada Fluminense, apresentando as expressões de risco e vulnerabilidade deste território.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Serviço Socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DO MENORpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ACSilva.pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.