Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10956
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBotelho, Marcos Paulo Oliveira-
dc.contributor.authorLourenço, Sérgio-
dc.date.accessioned2019-12-30T14:38:01Z-
dc.date.available2020-01-01T03:00:15Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.citationLOURENÇO, Sergio. Saúde do trabalhador urbano na contemporaneidade. 2014. 89 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/10956-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPolíticas públicaspt_BR
dc.subjectSaúde ocupacionalpt_BR
dc.subjectSaúde mentalpt_BR
dc.titleSaúde do trabalhador urbano na contemporaneidadept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1543837659857634pt_BR
dc.description.resumoEste pretende contribuir teoricamente para o desvendamento da opressão capitalista sobre os trabalhadores urbanos. Especificamente, busca refletir sobre a saúde mental do trabalhador sob as condições impostas em um contexto neoliberal. O trabalhador urbano vive tempos difíceis para sobreviver, principalmente nas grandes cidades. Quem está empregado sofre uma pressão psicológica intensa no trabalho. O trabalhador nesse contexto, precisa encontrar formas de aliviar as tensões que sofre no dia a dia. A falta de opções de entretenimento na cidade pode favorecer o aumento da violência, entre outras expressões da questão social. A contribuição deste trabalho limita-se a reunir algumas ideias sobre o tema em questão de alguns autores consagrados, para defender o seguinte ponto de vista: as políticas públicas na área de lazer podem contribuir na prevenção ao abuso de álcool e outras drogas. Para isso foi realizada a presente pesquisa bibliográfica de tipo secundária. O objeto de investigação é a saúde do trabalhador com um recorte para a “saúde mental do trabalhador urbano”. Este trabalho tem como marco histórico referencial a década de 1970 e como marco teórico referencial a análise dialética-crítica de Marx e se desenvolve com base em alguns autores que utilizam a perspectiva do trabalhador.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Serviço Socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::SERVICO SOCIAL APLICADO::SERVICO SOCIAL DA SAUDEpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SLourenço.pdf529,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.