Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11116
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinheiro, Anderson de Sá-
dc.contributor.authorMotta, Clara Malizia Leal Ferreira da-
dc.date.accessioned2020-01-28T19:05:38Z-
dc.date.available2020-01-30T03:00:11Z-
dc.date.issued2019-11-28-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/11116-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMicroscopiapt_BR
dc.subjectAtGRP2pt_BR
dc.subjectArabidopsis thalianapt_BR
dc.subjectGlicinapt_BR
dc.titleInvestigação da propensão à separação de fases da proteína rica em glicina AtGRP2 de Arabidopsis thalianapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3773354236475553pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8943311367698680pt_BR
dc.contributor.referee1Rocha, Alexandre Braga da-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9723021003007022pt_BR
dc.contributor.referee2Pereira, Marcos Dias-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8437359425613507pt_BR
dc.description.resumoFatores como desperdício e perda no ramo dos agronegócios traz consequências ambientais graves no âmbito climático para o planeta. A resistência dos produtos agrícolas frente a estresses causados pela poluição ambiental tem grande responsabilidade quando se trata de combate ao desperdício, o que torna necessário equipar as plantas com mecanismos de tolerância multiestresse proveitosos para a agricultura. Plantas terrestres já desenvolvem por si mecanismos para detectar e combater os malefícios do estresse, muitos deles ainda desconhecidos. A superfamília das proteínas ricas em glicina (GRP) ganha visibilidade por ter um papel importante quanto a respostas ao estresse abiótico em plantas. São compostas por um domínio de reconhecimento de RNA N-terminal e uma região intrinsicamente desordenada rica em glicinas C-terminal. Uma característica singular de regiões desordenadas, a propensão a separação de fases, tem sido amplamente estudada. O presente projeto tem como objetivo a caracterização e elucidação do mecanismo de separação de fase da GRP2 de Arabidopsis thaliana in vitro como uma possível estratégia para combater o estresse ambiental. Estes resultados podem ajudar a compreender o sistema de defesa das plantas a fim de ser aplicado no melhoramento vegetal de forma a contribuir com a produção de genótipos resistentes a condições ambientais e de manuseio das mesmas e evitar o desperdício.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Clara Malizia Leal Ferreira da Motta.pdf917,77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.