Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11282
Type: Tese
Title: Estimativa da incerteza na determinação da área do fotopico gama 186 keV em espectros de urânio com alta resolução
Author(s)/Inventor(s): Dias, Fábio Cordeiro
Advisor: Lopes, Ricardo Tadeu
Abstract: Medidas não destrutivas de enriquecimento de urânio por espectrometria gama são largamente utilizadas em instalações, laboratórios e outras instituições com o propósito de quantificar e controlar inventários de 235U processados e/ou estocados. Em salvaguardas nucleares essa técnica é de grande utilidade, dada a importância estratégica desse isótopo de urânio e as vantagens inerentes às medidas não destrutivas como ferramenta de obtenção rápida de resultados. A determinação do enriquecimento depende fundamentalmente da quantificação da área de fotopicos gama provenientes do decaimento do urânio, em especial o de energia 185,7 keV. A estimativa da incerteza associada à área é, portanto, fundamental para obtenção de resultados de enriquecimento confiáveis. Os métodos empregados para determinação de áreas de fotopicos são bem conhecidos e foram testados experimentalmente no que diz respeito à estimativa da incerteza. Constatou-se que existem limitações importantes, principalmente relacionadas a correlações significativas entre grandezas que fazem parte das formulações matemáticas dos métodos avaliados. Tais correlações devem ser quantificadas para que a incerteza seja adequadamente estimada, caso contrário o processo de avaliação e aceitação do resultado de medição pode ficar seriamente comprometido. A escolha do método de análise mais adequado a uma determinada aplicação deve levar em conta esse efeito.
Abstract: Non-destructive uranium enrichment determination by gamma-ray spectrometry is widely used at nuclear facilities, laboratories and other institutions as a tool to quantify and control processed and/or stored 235U inventories. In nuclear safeguards, this technique is very useful, since 235U has a high strategic value and non-destructive techniques have the capability to provide measurement results in a quick way. The enrichment determination depends primarily on the quantification of areas of gammarays emitted by uranium, in particular the 185.7 keV peak from 235U. As a result, the estimation of the uncertainty associated with the peak area is critical for achieving reliable enrichment results. The main methods for peak area determination were experimentally tested in regards to uncertainty estimation. It was observed they are subject to significant correlations between input quantities. For achieving adequate estimates, the user must assure that correlations are properly quantified; otherwise the process of evaluating and accepting measurement results may be seriously compromised. The selection of the most adequate measurement method for a specific application must take that fact into consideration.
Keywords: Engenharia Nuclear
Enriquecimento de urânio
Espectrometria gama
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA NUCLEAR
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Nuclear
Department : Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Mar-2017
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia Nuclear

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
877621.pdf1,09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.