Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11720
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Estrutura de controles internos nas empresas : a percepção dos auditores independentes
Author(s)/Inventor(s): Vasques, Caroline Medeiros
Advisor: Silva, Adolfo Henrique Coutinho e
Abstract: Esta pesquisa objetivou analisar as percepções dos auditores independentes sobre as estruturas de controles internos atualmente presentes nas empresas brasileiras. Para chegar ao objetivo do estudo, foram realizadas quatro entrevistas com auditores independentes ocupantes de cargos de gerente e supervisor em uma empresa de auditoria independente de médio porte. As entrevistas individuais foram realizadas em outubro de 2018 no Rio de Janeiro. O estudo utilizou-se de um questionário contemplando cinco blocos distintos, baseados em uma pesquisa realizada anteriormente por Silva e Vidal (2016), em uma firma auditoria Big Four: Os blocos foram divididos em: 1) Perfil do auditor; 2) Definição dos conceitos de controles internos; 3) Processo de avaliação dos controles internos; 4) Avaliação dos controles internos nas empresas; 5) Análise comparativa entre os procedimentos de auditoria aplicados em firmas de auditoria Big four e firmas de médio porte e seus clientes. Os resultados apontaram que os auditores entrevistados atualmente apresentaram opiniões semelhantes aos entrevistados de Silva e Vidal (2016) quanto aos conceitos de controles internos, benefícios e procedimentos de auditoria realizados para avaliar a adequação dos controles internos das empresas. Contudo, quanto as avaliações acerca da qualidade dos controles internos nas empresas de capital aberto e capital fechado, as percepções dos auditores externos entrevistados em 2016 foram diferentes dos auditores entrevistados nesta pesquisa. Os auditores da primeira pesquisa avaliaram as estruturas de controles internos das empresas de capital aberto como inferiores às estruturas das empresas de capital fechado, ressaltando os diversos escândalos de fraudes que estavam ocorrendo na época da pesquisa. Por outro lado, na pesquisa atual, os entrevistados consideram as estruturas de controles internos das empresas de capital aberto significantemente melhores as estruturas das empresas de capital fechado, justificando que essas empresas já possuem estruturas de controles internos bem desenhadas e consolidadas, que fornecem maior transparência quanto à operação. Além de um melhor ambiente de tecnologia da informação. A principal contribuição deste estudo é fornecer informações sobre a visão dos auditores externos sobre a adequação das estruturas de controles internos das empresas brasileiras no cenário econômico atual, além de demonstrar os benefícios dos controles, as falhas frequentemente identificadas e o papel da auditoria.
Keywords: Governança corporativa
Controles internos
Auditoria independente
Auditor
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::CIENCIAS CONTABEIS
Department : Faculdade de Administração e Ciências Contábeis
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Ciências Contábeis

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CMVasques.pdf203,61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.