Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1182
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPinto, Julia Paranhos de Macedo-
dc.contributor.authorPinheiro, André Miguens Castelar-
dc.date.accessioned2017-01-03T13:53:43Z-
dc.date.available2017-01-05T03:00:17Z-
dc.date.issued2016-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1182-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEmpresas de base tecnológicapt_BR
dc.subjectInovaçãopt_BR
dc.subjectSetor públicopt_BR
dc.subjectFinanciamentopt_BR
dc.subjectBioaptuspt_BR
dc.subjectBelo Horizonte (MG)pt_BR
dc.titleA importância do setor público no desenvolvimento de empresas de base tecnológica : um estudo de casopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2267894578014425pt_BR
dc.contributor.referee1Melo, Luiz Martins de-
dc.contributor.referee2Hasenclever, Lia-
dc.description.resumoAnalisa a relevância da atuação do setor público no desenvolvimento das empresas de base tecnológica. Estas são empresas de pequeno porte caracterizadas por uso consistente de conhecimento técnico-científico, significativa parcela de gastos em P&D e mão de obra altamente qualificada. Tais características e a necessidade de relacionamento em mercados globais configuram grande propensão à inovação por parte das EBTs. Entre os obstáculos enfrentados por essas empresas, sobretudo no estágio inicial, está a dificuldade de financiamento devido à incerteza, informação assimétrica, longo prazo de maturação dos produtos/serviços produzidos e intangibilidade dos ativos, fatores que criam resistência ao seu financiamento, principalmente entre os agentes privados. Dada a contribuição relevante do setor tanto no crescimento econômico, quanto na geração de externalidades positivas à sociedade, e devido à aversão privada no financiamento as empresas de base tecnológica, a atuação do governo, sobretudo no financiamento setorial e na garantia da promoção de um ambiente tecnológico, é fundamental para induzir o desenvolvimento dessas empresas. A literatura mostra relativo consenso quanto à importância dessa atuação, sendo chancelada pela OECD e ainda pela experiência de países como EUA e Israel, desde a segunda guerra mundial. No Brasil, desde os anos 1970, destaca-se o papel da ação institucional por meio de programas do BNDES, da FINEP e das Fundações de Amparo à Pesquisa. De modo geral, tais programas visam o estímulo da inovação e de investimentos no setor. O objetivo da análise do caso da empresas de base tecnológica é evidenciar a relevância da atuação do setor público no crescimento das EBTs, mas também os limites que ainda existem para o seu financiamento no Brasil.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AMCPinheiro.pdf753,02 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.