Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11937
Type: Tese
Title: Impactos operacionais e resiliência de aeroportos a condições meteorológicas adversas
Author(s)/Inventor(s): Abrão Junior, Fued
Advisor: Ribeiro, Suzana Kahn
Abstract: A tese explora a problemática dos impactos de condições meteorológicas adversas nas operações aeroportuárias em termos de voos cancelados na fase de pouso. Como pano de fundo, tem-se as mudanças climáticas, já que estas poderão intensificar esses impactos. A análise investiga os prováveis parâmetros meteorológicos que deram causa aos cancelamentos em quatro importantes aeroportos brasileiros, identifica quais deles apresentaram as maiores taxas (cancelamentos), quantifica os prejuízos de arrecadação tarifária dos mais impactados, classifica o grau de impacto relativo, infere sobre a resiliência da infraestrutura existente, propõe medidas para o aeroporto menos resiliente e verifica o quanto esta (i.e., a resiliência) é incrementada na hipótese de implementação de tais medidas. Como produtos replicáveis, tem-se: o procedimento analítico executado; o indicador do grau de impacto relativo de cancelamentos por condições adversas; e o índice de resiliência da infraestrutura aeroportuária. A conclusão é que os impactos operacionais (i.e., cancelamentos) não são consequências exclusivas de meteorologia adversa, mas também das condições da infraestrutura existente. E como as projeções relacionadas às mudanças climáticas apontam para a maior ocorrência de eventos extremos, os aeroportos que hoje já são impactados serão ainda mais, reduzindo sua viabilidade. É possível executar ações que incrementem a resiliência desses aeroportos, pelos menos nos mais críticos, permitindo a continuidade de suas operações, ainda que sob novos padrões, em um cenário de mudanças climáticas.
Abstract: The thesis explores the impact of adverse meteorological conditions on airport operations in terms of flights canceled during the landing phase. In a broader context, climate change may be intensifying these impacts. The analysis investigates the probable meteorological parameters behind cancellations at four important Brazilian airports, identifying which ones were involved in the highest rates of cancellations, quantifying tariff collection losses due to these parameters, classifying the relative degree of impact, drawing inferences about the resilience of extant infrastructure and making comparisons between the airports, proposing measures for the least resilient airport and estimating the degree to which its resilience could be increased by implementing them. Replicable features of this study include the analytical procedures, indicators of the degree of relative impact of cancellations due to adverse conditions, and the airport infrastructure resilience index. It is concluded that the operational impacts (i.e., cancellations) are not only a consequence of adverse meteorology, but of existing infrastructure conditions. Since climate change projections indicate that extreme events will become more frequent, airports that are already impacted will be even more so in the future, reducing their viability. Increasing the resilience of such airports is possible, at least for the most critical ones, which would allow operational continuity, albeit under new standards, in a climate change scenario.
Keywords: meteorologia
resiliência de aeroportos
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE TRANSPORTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Transportes
Department : Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Feb-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia de Transportes

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FuedAbraoJunior.pdf10,98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.