Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11943
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Concepções femininas acerca da docência masculina em educação infantil
Author(s)/Inventor(s): Brígida, Carlos Souza Santa
Advisor: Silva, Sergio Luiz Baptista da
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo analisar quais as perspectivas femininas acerca da docência masculina em Educação Infantil, o estudo baseia-se no relato de diversas professoras dessa etapa educacional que tiveram a oportunidade de compartilhar à docência com professores. Busquei na pesquisa aqui apresentada, perceber como as mulheres, a quem historicamente é atribuída à docência em Educação Infantil, analisam à docência masculina. A partir dessas experiências práticas, procuro entender quais poderiam ser as contribuições que esses homens podem trazer para esse campo educacional, como tem sido a convivência entre homens e mulheres nesse espaço compartilhado de docência, quais as opiniões e impressões das mulheres acerca da inserção masculina nessa modalidade educacional. Para realização do trabalho optei por uma pesquisa de cunho qualitativo, em uma abordagem teórico empírica, o que inclui a utilização de conteúdos bibliográficos aliados a uma pesquisa de campo. A opção pela pesquisa qualitativa se dá pela sua capacidade de responder a questões muito particulares, trabalhando com o universo dos significados, crenças, valores e atitudes, afastando-se da simples operacionalização de variáveis (MINAYO, 2002). Como meio de obtenção dos dados primários optei por entrevistas semi-estruturadas, por “ser um ótimo instrumento para pesquisas que busquem conhecer com maior detalhe opiniões e posicionamentos das pessoas” (LUDORF, 1994, p. 91). No aporte teórico para a produção escrita, autores como Louro (1997), Bourdieu (2002), Carvalho (2012), Scott (1995) e Jesus (2015) auxiliam na apresentação e conceituação de questões relativas a gênero e sexualidade. Nas discussões relativas à educação infantil, destacamos Oliveira (2011), Cerisara (1999), além de diversos documentos oficiais como a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira (9394/96) e os Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (RCNEI). Ao analisarmos a relação entre homens e a Educação Infantil utilizamos diversos estudos, como os realizados por Sayão (2005), Vianna (2001), Carvalho (1998) e Saparolli (1997). Ao discorrer sobre os aspectos metodológicos da pesquisa me amparei em Ludorf (2004) e Costa e Costa (2012). Para a análise dos dados obtidos através das entrevistas, procurei tecer uma articulação dos mesmos com os referencias teóricos já citados, além de Ramos (2011), Cordeiro (2007) e Badinter (1985).
Keywords: Identidade de gênero
Educação infantil
Professores
Mulheres na educação
Homem
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Production unit: Faculdade de Educação
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Jun-2017
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: BRIGIDA, Carlos Souza Santa. Concepções femininas acerca da docência masculina em educação infantil. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CBrigida.pdf297,25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.