Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12313
Type: Relatório
Title: Board characteristics and compensation in Brazilian listed companies 
Author(s)/Inventor(s): Alves, Milene B.
Leal, Ricardo Pereira Câmara
Abstract: Este artigo sugere que empresas maiores, com melhores práticas de governança corporativa e menor concentração de direitos de propriedade têm conselhos de administração (CA) menos homogêneos e passivos, mas pagam mais a sua diretoria e conselheiros. Essas empresas provavelmente precisam de profissionais mais bem pagos para lidar com ambientes de conformidade e de negócios mais complexos. Nós criamos duas variáveis categóricas chamadas de pontuações de homogeneidade e passividade que agregam dados colhidos a mão sobre características dos membros do CA. CAs mais homogêneos e passivos podem conceder maiores remunerações para a diretoria e conselheiros sob a hipótese do poder gerencial (BEBCHUK e FRIED, 2005). Por outro lado, grandes empresas que agregam valor para os acionistas podem pagar mais a sua diretoria (JENSEN e MURPHY, 1990). Nossos resultados sugerem que os CA menos homogêneos e passivos concedem remunerações maiores em testes univariados. Estes resultados, no entanto, não surgem nos testes multivariados. CAs mais homogêneos e passivos são mais frequentes em empresas menores, com maior concentração de direitos de propriedade e práticas de governança corporativa e divulgação de informações piores. É possível que as práticas de divulgação financeira sejam mais importantes do que as características dos conselheiros (LEAL e CARVALHAL-DA-SILVA, 2007). Estes resultados destacam a importância dos esforços de divulgação e transparência para melhorar as relações com investidores e reduzir o custo de capital em um país com concentração de direitos de propriedade elevada.
Abstract: This article suggests that larger, better-governed, and lower ownership concentration companies have less homogeneous and passive boards, but pay more to their senior managers and directors. These companies probably need better-paid professionals to cope with more complex compliance and business environments. We create two categorical variables named homogeneity (HS) and passivity (PS) scores that aggregate hand collected board member characteristics. More homogeneous and passive boards may grant larger director and senior management compensations under the managerial power hypothesis (BEBCHUK and FRIED, 2005). On the other hand, larger and value increasing companies may pay more to their senior managers (JENSEN and MURPHY, 1990). Our findings suggest that less homogeneous and passive boards grant larger compensations in univariate tests. These results, however, do not transpire in multivariate tests. More homogeneous and passive boards are more frequent in smaller and higher ownership concentration companies, with poorer corporate governance and disclosure practices. It is possible that financial disclosure practices are more important then board characteristics (LEAL and CARVALHAL-DA-SILVA, 2007). These results highlight the importance of disclosure and transparency efforts to improve investor relations and reduce the cost of capital in a high ownership concentration country.
Keywords: Mercado de capitais
Governança corporativa
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Production unit: Instituto COPPEAD de Administração
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
In: Relatórios COPPEAD
Issue: 420
Issue Date: 2015
Publisher country: Brasil
Language: eng
Right access: Acesso Aberto
ISBN: 9788575081082
ISSN: 1518-3335
Citation: ALVES, Milene B.; LEAL, Ricardo Pereira Câmara. Board characteristics and compensation in Brazilian listed companies. Rio de Janeiro: UFRJ, 2015. (Relatórios COPPEAD, 420).
Appears in Collections:Relatórios Técnicos e de Pesquisa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RC_420-Comp.pdf257,41 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.