Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12499
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBittencourt, Renato Nunes-
dc.contributor.authorPondé, Fernanda Amelio-
dc.date.accessioned2020-06-10T15:57:39Z-
dc.date.available2020-06-12T03:00:17Z-
dc.date.issued2019-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/12499-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMídias sociaispt_BR
dc.subjectRecrutamento de pessoalpt_BR
dc.subjectSeleção de pessoalpt_BR
dc.subjectRedes sociaispt_BR
dc.titleO impacto das mídias sociais no processo de recrutamento e seleçãopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5173102478506111pt_BR
dc.description.resumoO presente estudo objetiva evidenciar o impacto das mídias sociais no processo de recrutamento e seleção. Para tal, foi realizada, inicialmente, uma revisão bibliográfica sobre os principais aspectos relacionados ao tema. A seguir, utilizou-se a abordagem quantitativa para análise de dados obtidos através da aplicação da técnica survey por meio do desenvolvimento de um questionário estruturado englobando 18 questões e destinado a estudantes da UFRJ. Observou-se que desde que a internet surgiu, as mídias sociais foram ganhando proporções enormes, fazendo parte do cotidiano da sociedade rapidamente. As empresas notaram que, para continuarem competitivas no mercado, deveriam adaptar-se as mídias digitais, tornando-as parte de seu dia a dia e fazendo-se presente nas redes. Dessa forma, todas as áreas da empresa sofreram mudanças estratégias em especial a área de Recursos Humanos. Dentre os processos da área de RH que mais foram afetados, podemos citar o de recrutamento e seleção. O estudo mostrou as principais técnicas do mesmo e suas modificações e adaptações às mídias sociais. Os resultados indicam que um percentual representativo dos recrutadores acreditam que as redes sociais correspondem a uma técnica que otimiza tempo e recursos e que aumenta a probabilidade de eficácia na escolha de candidatos. Sendo assim, um percentual expressivo dos recrutadores já utilizam as redes sociais e estão satisfeitos com os resultados obtidos a partir delas. Também foi possível perceber que quase a totalidade dos estudantes da UFRJ que participaram da pesquisa utilizam algum tipo de mídia social para procurar vagas de emprego, estratégia correspondente a utilizada pelos recrutadores na busca por candidatos. Além disso, os estudantes da UFRJ possuem conhecimento que os recrutadores fazem buscas em seus perfis durante o recrutamento e acreditam que o conteúdo exposto em seus perfis pode ser prejudicial em sua contratação. Nessa perspectiva, evidencia-se portanto que, tanto as empresas quanto os estudantes da UFRJ, quase que em sua maioria, utilizam as mídias sociais como técnica durante o processo de recrutamento e seleção.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FAPondé.pdf376,22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.