Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12798
Type: Dissertação
Title: Investigação da eficiência de limpeza e pré-tratamento no desempenho de membranas de nanofiltração para a remoção de sulfato de água do mar
Author(s)/Inventor(s): Ayub, Guilbert Lima
Advisor: Borges, Cristiano Piacsek
Abstract: O objetivo dessa pesquisa foi investigar a formação de incrustações em membranas de nanofiltração, assim como a eficiência da limpeza e a influência do prétratamento usado antes da nanofiltração. A água do mar da Baia de Guanabara (Rio de Janeiro, Brasil) foi coletada, pré-tratada através de microfiltração ou filtração convencional e testada como alimentação de um processo de nanofiltração, para avaliar a formação de incrustações. As condições de turbulência e pressão utilizadas foram similares às de uma unidade industrial de remoção de sulfato da água do mar, sendo monitoradas e registradas. Para a remoção das incrustações formadas foram utilizados dois diferentes procedimentos: um somente com produto alcalino e outro com produto alcalino seguido por produto ácido. A membrana virgem (sem uso), as membranas incrustadas e aquelas que passaram por limpezas químicas tiveram as propriedades de superfície (hidrofilicidade e cargas de superfície) e propriedades de transporte (permeabilidade hidráulica e rejeição) analisadas. Também foram realizadas fotomicrografias da superfície de todas membranas e análise de EDS das incrustações formadas. A microfiltração demonstrou ser um pré-tratamento mais eficiente que a filtração convencional, pois minimiza a formação de incrustações mais severas. Além disso, as limpezas químicas apenas com produto alcalino evidenciaram maior recuperação das características originais da membrana.
Abstract: O objetivo dessa pesquisa foi investigar a formação de incrustações em membranas de nanofiltração, assim como a eficiência da limpeza e a influência do prétratamento usado antes da nanofiltração. A água do mar da Baia de Guanabara (Rio de Janeiro, Brasil) foi coletada, pré-tratada através de microfiltração ou filtração convencional e testada como alimentação de um processo de nanofiltração, para avaliar a formação de incrustações. As condições de turbulência e pressão utilizadas foram similares às de uma unidade industrial de remoção de sulfato da água do mar, sendo monitoradas e registradas. Para a remoção das incrustações formadas foram utilizados dois diferentes procedimentos: um somente com produto alcalino e outro com produto alcalino seguido por produto ácido. A membrana virgem (sem uso), as membranas incrustadas e aquelas que passaram por limpezas químicas tiveram as propriedades de superfície (hidrofilicidade e cargas de superfície) e propriedades de transporte (permeabilidade hidráulica e rejeição) analisadas. Também foram realizadas fotomicrografias da superfície de todas membranas e análise de EDS das incrustações formadas. A microfiltração demonstrou ser um pré-tratamento mais eficiente que a filtração convencional, pois minimiza a formação de incrustações mais severas. Além disso, as limpezas químicas apenas com produto alcalino evidenciaram maior recuperação das características originais da membrana.
Keywords: Nanofiltração
Incrustações
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química
Department : Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Sep-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GuilbertLimaAyub-min.pdf7,5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.