Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12933
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Assistência à concepção na Atenção Básica: o planejamento familiar para casais sorodiscordantes que desejam ter filhos
Author(s)/Inventor(s): Silva, Marina Ferreira Alves da
Advisor: Santos, Jacqueline Fernandes de Cintra
Abstract: Pessoas soropositivas passaram a ter uma vida mais longa, o que lhes possibilitou reconstruir seus projetos de vida pós-diagnóstico de AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). Em alguns casos, esta reconstrução implica em novas relações afetivas, independente da sorologia do parceiro (a). Em situações divergentes de contaminação, a situação de “sorodiscordância” é caracterizada pelo envolvimento afetivo e sexual entre pessoas com sorologias distintas. As novas tecnologias de prevenção, diagnóstico precoce e tratamento propiciaram uma redução nas taxas de transmissão direta e vertical do HIV, este avanço significante na diminuição da mortalidade e no aumento da qualidade de vida de portadores do HIV/AIDS acabou por possibilitar que os filhos de casais sorodiscordantes tenham a oportunidade de não serem infectados pelo vírus, o que torna o desejo reprodutivo dessa população uma nova questão nos serviços de saúde. Na busca de uma melhoria do atendimento aos que convivem com o HIV/AIDS e da preservação da sorologia de parceiro (a) soronegativo (a), estes casais requerem uma atenção específica e efetiva dos serviços e políticas de saúde. Sendo a sorodiscordância um tema pouco abordado e discutido, merece melhor compreensão diante das barreiras referentes a reprodução desses casais, a fim de garantir a não contaminação do parceiro e da criança que será gerada. Casais sorodiscordantes são frequentemente desmotivados a recorrer a gestação devido a preocupação do controle da doença, o que, muitas vezes, restringe seus desejos. Numa perspectiva de integralidade do cuidado à saúde uma das questões importantes a ser destacada está relacionada à saúde sexual e aos direitos reprodutivos, nesse sentido, considerando o direito à maternidade/paternidade o presente trabalho tem como objetivo descrever o estado da arte na literatura sobre a assistência dos casais sorodiscordantes ao planejamento familiar nas unidades básicas de saúde examinando através da Análise do Discurso dos achados os fatores que facilitam ou dificultam a assistência destes frente ao desejo da maternidade/paternidade.
Keywords: HIV
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Direitos sexuais e reprodutivos
Planejamento familiar
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Production unit: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 18-Oct-2017
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: SILVA, Marina Ferreira Alves da. Assistência à concepção na Atenção Básica: o planejamento familiar para casais sorodiscordantes que desejam ter filhos. 2017. 58 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Saúde Coletiva) – Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.
Appears in Collections:Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MFASilva.pdf575,45 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.