Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/13257
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: A atuação da rede frente à ocorrência da síndrome congênita associada ao Zika Vírus: uma análise das demandas e políticas de saúde ofertadas
Author(s)/Inventor(s): Pereira, Maria Eduarda França de Lannes
Advisor: Mendonça, Paulo Eduardo Xavier de Mendonça
Abstract: Em 2015, associações dos casos de microcefalia em bebês aliada ao vírus da Zika vieram à tona no país, dado que casos de malformação sofreram aumento nos nascidos vivos e o cenário epidemiológico brasileiro caracterizava uma epidemia de pessoas infectadas pelo Zika, incluindo muitas gestantes durante o pré-natal. A possível fragilização da rede ao se deparar com uma nova doença e grupo específico coloca em pauta a ocorrência da sistematização dos acontecimentos e a necessidade da garantia de todos os direitos preconizados serem de fato assegurados através da rede de ações e serviços de saúde. O objetivo do estudo é, portanto, identificar o desempenho da rede no que tange ofertas de serviços associados à síndrome congênita do Zika Vírus. Na metodologia, utilizou-se a técnica da análise de conteúdo para caracterizar o cuidado e demandas em saúde a partir dos achados nas pesquisas bibliográficas. Baseado nessa proposta, foram inclusos doze documentos oficiais para serem averiguados a partir de eixos selecionados junto às demandas relatadas. Percebeu-se que houveram poucos achados sobre a vivência dos atores sociais na rede e que a grande maioria evidenciava o período de epidemia, em 2016. Regiões como Sudeste e Nordeste eram pontos principais dos achados e ressaltam características como falta de suporte psicossocial, sobrecarga financeira, abandono do trabalho, déficit em informações, problemas com assistência ampla de reabilitação e falta de vínculo com a atenção básica. Em termos de política, muito se foi feito em relação a orientações técnicas de vigilância em saúde e aconselhamento precoce para detectar a doença, principalmente a respeito de medidas de proteção e planos terapêuticos. O presente trabalho concluiu que apesar de existirem diversos instrumentos estratégicos do governo, a assistência ainda não se encontra consolidada, pois o rol de serviços ainda se encontram fragmentados ou desprovidos de uma gestão compartilhada dos fluxos assistenciais da doença, principalmente no que diz respeito a complexos sociais, financeiros e psicológicos dos acometidos, visto que ainda existem problemas com atenção continuada e uma rede de suporte bem direcionada.
Keywords: Infecção por Zika virus
Síndrome congênita
Atenção à saúde
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Production unit: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 17-Feb-2020
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: PEREIRA, Maria Eduarda França de Lannes. A atuação da rede frente à ocorrência da síndrome congênita associada ao Zika Vírus: uma análise das demandas e políticas de saúde ofertadas. 2020. 41 f. Monografia (Graduação em Saúde Coletiva). Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2020.
Appears in Collections:Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MEFLPereira.pdf206,67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.