Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/13438
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva Júnior, Gerson Cardoso da-
dc.contributor.authorQuintarelli, Julia Mançano-
dc.date.accessioned2020-12-09T16:43:39Z-
dc.date.available2020-12-11T03:00:06Z-
dc.date.issued2020-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/13438-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMina de ferro do Córrego do Feijãopt_BR
dc.subjectGeoquímica ambientalpt_BR
dc.subjectQualidade da águapt_BR
dc.subjectCorpos hídricospt_BR
dc.subjectBrumadinho - Minas Geraispt_BR
dc.subjectRejeitospt_BR
dc.titleAvaliação da influência do rejeito liberado no desastre da mina Córrego do Feijão sobre os corpos hídricos na região de Brumadinho-MG.pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4103236636522942pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2454676298811829pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Viglio, Eduardo Paim-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1461838819286377pt_BR
dc.contributor.referee1Almeida , Cícera Neysi de-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0878609222243870pt_BR
dc.contributor.referee2Silva, Cássio Roberto da-
dc.description.resumoEm 25/01/2019 ocorreu em Brumadinho, no estado de Minas Gerais, o rompimento da Barragem 1 da mina Córrego do Feijão, uma tragédia de grandes dimensões que deixou muitas vítimas fatais, além de impactos ambientais e sociais. No presente trabalho analisaram-se os elementos dissolvidos na água superficial e no sedimento de fundo do curso d’água diretamente afetado pelo desastre, o ribeirão Ferro-Carvão, e em pontos a montante e a jusante da confluência com o rio principal da região (rio Paraopeba). Analisou-se também o rejeito liberado e duas amostras de água subterrânea em um bairro diretamente afetado pelo desastre em Brumadinho. O estudo da composição do rejeito e do sedimento visou a identificação de elementos indicadores da presença ou ausência de rejeito nas águas da região, para que fosse possível mensurar o impacto da tragédia do âmbito da geoquímica ambiental dos meios amostrados. Os resultados indicam que o dano, do ponto de vista geoquímico, não teve um impacto tão catastrófico quanto os demais, como perdas humanas e materiais, danos à biota, etc. As amostras de água subterrânea não apresentaram inconformidades de acordo com a resolução CONAMA 396, e boa parte das amostras de água superficial que ultrapassaram o VMP da CONAMA 357 para rios de Classe 2 estão à montante do local atingido, o que indica que o rio já estava previamente impactado por outras fontes distintas das originadas pelo rompimento. Considerando essa informação, percebe-se a grande importância do conhecimento do background geoquímico como um dos parâmetros que permitem mensurar o impacto antrópico em eventos desse tipo, além de ser uma excelente ferramenta na remediação de situações como a da Mina Córrego do Feijão.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
QUINTARELLI, J.M.pdf2.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.