Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1409
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPaiva, Raquel-
dc.contributor.authorBezerra, Maria José Marques-
dc.date.accessioned2017-02-10T16:52:29Z-
dc.date.available2017-02-12T03:00:14Z-
dc.date.issued2006-06-27-
dc.identifier.citationBEZERRA, Maria José Marques. O sentido de verdade na mídia: a construção da realidade e da verdade pelo discurso jornalístico na cobertura de Veja no dia 29 de março de 2006. 2006. 79 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1409-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectDiscursopt_BR
dc.subjectMídiapt_BR
dc.subjectReportagempt_BR
dc.titleO sentido de verdade na mídia: a construção da realidade e da verdade pelo discurso jornalístico na cobertura de Veja no dia 29 de março de 2006pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1075305856036847pt_BR
dc.contributor.referee1Cabral, Muniz Sodre de Araujo-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5048383145015647pt_BR
dc.contributor.referee2Elhajji, Mohammed-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/1461763145344845pt_BR
dc.description.resumoA narrativa noticiosa, ou simplesmente notícia, faz parte de uma série de enquadramentos discursivos, que têm na linguagem um locus de disseminação de sentidos construídos, no qual aporta-se no poder legitimado do jornalismo para operar um sistema de força capaz de moldar as opiniões e formatar idéias. Procura-se ressaltar através da análise de discurso, os mecanismos de construção daquilo que se entende por verdade e realidade. Através de uma interpretação dos códigos de produção do jornalismo, dos códigos semânticos presentes nos signos, significados e significantes, das estratégias e das regras de produção da notícia, identificar elementos repossivos de interpretação, portanto construção. E sob a ótica da complexidade e da semiótica evidenciar que tanto a verdade quanto a realidade constituem referenciais contextualizados de um projeto orquestrado pela mídia para mascarar seu conteúdo ideológico e subjetivo. O trabalho indica, através do que propõe Elhajji, que o jornalismo necessita fazer sua própria autoreflexidade e auto-hermenêutica a fim de desvencilhar-se de vez da mítica posição de observador imparcial, neutro, objetivo e universalista presente na sua enunciação discursiva.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MBEZERRA.pdf551,43 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.