Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/14250
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFrança, Aniela Improta-
dc.contributor.authorLopes, Julia Cataldo-
dc.date.accessioned2021-05-10T02:04:55Z-
dc.date.available2021-05-11T03:00:09Z-
dc.date.issued2020-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/14250-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAcesso lexicalpt_BR
dc.subjectSemântica da palavrapt_BR
dc.subjectMorfologiapt_BR
dc.subjectPsicolinguísticopt_BR
dc.titleAcesso lexical: avaliando as especificidades das rotas semântica e morfológicapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3217127142809144pt_BR
dc.description.resumoO acesso lexical permite o entendimento e a produção imediatos de palavras online. Apesar de ser uma computação linguística básica, há muita disputa teórica nessa área. O presente trabalho apresentará uma revisão bibliográfica sobre o assunto, além de uma pesquisa empírica cujos resultados lançam luz sobre: i) a forma como acessamos palavras, isto é, se ativamos palavras inteiras ou se as montamos por seus morfemas; e ii) o método de representação das palavras na mente, isto é, se palavras possuindo relacionamento semântico entre si estariam ligadas e palavras possuindo relacionamento morfológico entre si também estariam ligadas, mas por um processo diferente do semântico. A Morfologia Distribuída (MD) sugere que, nesse caso, há acessos lexicais distintos, que se originam de processos psicologicamente diferentes. No entanto, como se daria o processamento de palavras que possuem relacionamento morfológico entre si, mas que sincronicamente perderam o relacionamento semântico, como restaurar e restaurante? Com esse estudo, buscamos investigar a assertividade da previsão da MD nesses casos, quando comparados com casos de palavras que possuem relacionamento morfológico composicional entre si e palavras que possuem apenas relacionamento semântico entre si. Para tanto, elegemos o teste de priming com julgamento de decisão lexical (palavra/não-palavra), analisando o processamento online de itens lexicais no momento da derivação, através da monitoração do tempo de resposta comportamental. Os resultados apontam para a confirmação da hipótese de MD, evidenciando i) um curso decomposicional durante o processamento, mesmo para palavras semanticamente opacas; ii) novas entradas para palavras como restaurante no léxico mental; e iii) diferentes processos psicológicos para as rotas morfológica e semântica: composição linguística para a primeira e memória de uso conjunto para a última.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Letraspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::TEORIA E ANALISE LINGUISTICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Letras - Francês

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JCLopes.pdf644.24 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.