Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/14483
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSilva, Mônica Antunes Pereira da-
dc.contributor.authorBeltrame, Thalya Busato-
dc.date.accessioned2021-06-14T13:24:23Z-
dc.date.available2021-06-16T03:02:47Z-
dc.date.issued2021-03-16-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/14483-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectHidrodesaromatizaçãopt_BR
dc.subjectModelagem cinéticapt_BR
dc.subjectInferência paramétricapt_BR
dc.subjectSimulação computacionalpt_BR
dc.titleDesenvolvimento de código em python para estimação de parâmetros: uma abordagem voltada às reações de hidrodessulfurizaçãopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorCo1Segtovich, Iuri Soter Viana-
dc.contributor.advisorCo2Sermoud, Vítor de Morais-
dc.contributor.referee1Barreto Júnior, Amaro Gomes-
dc.contributor.referee2Schwaab, Márcio-
dc.description.resumoDevido às habituais preocupações acerca dos impactos ambientais causados pela emissão de poluentes, as especificações dos combustíveis fósseis têm se tornado progressivamente mais rigorosas, especialmente no que diz respeito ao teor de enxofre no óleo diesel. Nesse aspecto, o processo de hidrodessulfurização (HDS) profunda tem um papel importante na obtenção de combustíveis limpos, o que justifica o crescente interesse pelo estudo da modelagem cinética e simulação de reatores de processos dessa categoria. Este trabalho, portanto, tem por objetivo o desenvolvimento de um código computacional para estimação de parâmetros das reações de HDS simultânea de dibenzotiofeno (DBT) e 4,6-dimetildibenzotiofeno (4,6-DMDBT), utilizando catalisador NiMoP/Al2O3. Essa implementação foi feita em Python e os dados experimentais utilizados foram retirados da literatura. A estimação foi feita utilizando a função objetivo de mínimos quadrados ponderados, cuja minimização foi realizada pelo método heurístico de Enxame de Partículas, seguido do método de Gauss-Newton. Uma análise estatística rigorosa dos modelos de lei de potências estudados e uma discussão a respeito das incertezas experimentais e paramétricas foram realizadas, a fim de determinar o quão bem os dados são representados. Para isso, foram realizados os testes de X2 (chi-quadrado) e F-Fisher, o cálculo do coeficiente de correlação, bem como o método de propagação linear de erro nos parâmetros. Baseado em conhecimento prévio das reações preferenciais das moléculas-modelo, cinco modelos foram estudados: I - HDS Global de Enxofre Total; II - HDS Global de DBT; III - HDS Global de 4,6-DMDBT; IV - HDS Individual de DBT e V - HDS Individual de 4,6-DMDBT. Foram investigadas as influências da técnica de reparametrização da equação de Arrhenius e da utilização das variáveis de referência ótimas na redução da correlação paramétrica. Foi constatado que de fato diminuem consideravelmente a correlação paramétrica, especialmente entre o fator pré-exponencial (k0) e a energia de ativação aparente (E). Quanto à adequação dos modelos aos dados experimentais, apenas o Modelo III foi validado pelo teste de chi-quadrado. As ordens de reação em relação ao hidrogênio obtidas nos Modelos II e III foram, respectivamente, negativa e positiva, o que indica que outra modelagem deve ser avaliada, como a de Langmuir-Hinshelwood.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA::TECNOLOGIA QUIMICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TBBeltrame (1).pdf7.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.