Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/14529
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCunha, Armando Lucas Cherem da-
dc.contributor.authorStroub, Nicole Gravino Figueiredo-
dc.date.accessioned2021-07-14T18:20:33Z-
dc.date.available2021-07-16T03:00:16Z-
dc.date.issued2021-06-02-
dc.identifier.citationSTROUB, Nicole Gravino Figueiredo. Mapeamento das oportunidades de valorização dos resíduos da produção do café brasileiro destinados à indústria de cosméticos. 2021. 57 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Química, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/14529-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCafépt_BR
dc.subjectBiomassapt_BR
dc.subjectEconomia circularpt_BR
dc.subjectIndústriapt_BR
dc.subjectcosméticospt_BR
dc.titleMapeamento das oportunidades de valorização dos resíduos da produção do café brasileiro destinados à indústria de cosméticospt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4011248402829445pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5245547570038379pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Barreto, Daniel Weingart-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5479033406867145pt_BR
dc.contributor.referee1Viana, Marcelo Mendes-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/2879216880730517pt_BR
dc.contributor.referee2Freire, Estevão-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0651256832424158pt_BR
dc.description.resumoO café é a segunda bebida mais consumida no mundo. Estima-se que a sua produção chegue aos 208 milhões de sacas até 2030, acompanhando a demanda acelerada pelo crescimento populacional ao longo das últimas décadas. Juntamente com a produção, o volume de resíduos gerados pela cadeia do café vem aumentando ao longo dos anos. Calcula-se que a produção de 1 tonelada de café pode levar à geração de mais de 600kg de resíduos. A exposição direta desses resíduos ao meio ambiente representa uma das causas de poluição ambiental e também significa uma perda de biomassa, que poderia ser utilizada para a produção ou recuperação de diferentes metabólitos com valor comercial. Atualmente, parte dos resíduos é destinada à fabricação de adubo orgânico, à indústria de alimentação animal ou queimada para geração de energia. No entanto, o volume exacerbado de resíduos, aliado a um subaproveitamento dos mesmos, representa um risco para o meio ambiente. Nesse sentido, torna-se indispensável o desenvolvimento de novas tecnologias baseadas numa lógica de economia circular e de reaproveitamento de resíduos. Por outro lado, a crescente tendência de upcycling na indústria de cosméticos tem incentivado cada vez mais empresas do setor a desenvolverem produtos mais sustentáveis, visando substituir insumos derivados do petróleo por matéria-prima de fonte renovável. Surge, portanto, uma oportunidade de aliar o potencial de reaproveitamento dos resíduos do café com a crescente demanda da indústria de cosméticos por insumos mais sustentáveis. Dessa forma, o presente trabalho tem por objetivo mapear as oportunidades de valorização dos resíduos da produção do café brasileiro, destinados à indústria de cosméticos. Este estudo baseou-se em três etapas fundamentais. Primeiramente, por meio da revisão bibliográfica de bases de dados, analisou-se o mercado de café brasileiro, as etapas de sua cadeia produtiva e o setor de cosméticos no país. Com esses dados, identificou-se os principais resíduos gerados e a demanda por insumos para ingredientes cosméticos. Em seguida, realizou-se uma avaliação por meio da análise de artigos científicos. Por fim, efetuou-se análise de patentes a fim de compreender-se o nível de maturidade do desenvolvimento tecnológico do setor. Constatou-se, portanto, que a valorização de resíduos do café para fabricação de ingredientes cosméticos representa uma oportunidade a ser explorada. Identificou-se o potencial dos resíduos das etapas de beneficiamento e de torrefação para a fabricação de ingredientes bioativos, com foco em sua atividade antioxidante. Ainda, os resíduos gerados durante o beneficiamento apresentaram um potencial de aplicação como agentes espessantes e gelificantes. Por fim, os resíduos da produção de café solúvel apresentaram um potencial de reaproveitamento como agentes quelantes e esfoliantespt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA::TECNOLOGIA QUIMICA::TRATAMENTOS E APROVEITAMENTO DE REJEITOSpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NGFStroub.pdf761.71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.