Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1539
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVaz, Paulo Roberto Gibaldi-
dc.contributor.authorPadrón, Clara Soares Souto-
dc.date.accessioned2017-03-13T19:00:02Z-
dc.date.available2017-03-15T03:00:15Z-
dc.date.issued2006-12-11-
dc.identifier.citationPADRÓN, Clara Soares Souto. O gordo, a faminta e a comida: a exposição da gastronomia na mídia e a mudança na relação com o prazer de comer. 2006. 74 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1539-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGastronomiapt_BR
dc.subjectObesidadept_BR
dc.subjectDistúrbios alimentarespt_BR
dc.titleO gordo, a faminta e a comida: a exposição da gastronomia na mídia e a mudança na relação com o prazer de comerpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5987778390189807pt_BR
dc.contributor.referee1Strozenberg, Ilana-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0352176322106482pt_BR
dc.contributor.referee2Bruno, Fernanda Glória-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0010160208417370pt_BR
dc.description.resumoAnalisa como a discussão sobre comida – os malefícios e benefícios e, principalmente o conceito de prazer gastronômico – mudou a relação dos indivíduos com a comida. Desde os anos 60, a sociedade passou a cultivar um ideal de beleza baseado no corpo esbelto. Ao mesmo tempo, médicos comprovavam os danos causados à saúde de uma alimentação desregrada. Desse modo, os gordos passaram a ocupar o lugar de anormal, antes reservado ao louco e ao pervertido sexual. Além do preconceito com os obesos, a busca do corpo perfeito provoca uma febre de dietas e incentiva uma distorção da percepção do corpo real. Através da mídia, se aprende que sempre se pode emagrecer mais um pouco. Essa eterna insatisfação com o corpo impulsiona o aparecimento de distúrbios alimentares – anorexia e bulimia – principalmente em mulheres. Se o gordo é o símbolo do fracasso, a comida se torna a sua maior inimiga. Esse quadro vai sofrer uma mudança quando, já nos anos 90, a gastronomia passa a ser explorada pela mídia e o prazer de comer entra na pauta da discussão social. Ao mesmo tempo em que continua dizendo aos gordos para fecharem as bocas, a sociedade vai abraçar a gastronomia como um dos prazeres essenciais que todos devem desfrutar.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPADRÓN.pdf305.77 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.