Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/169
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSá, Maria Irene da Fonseca e-
dc.contributor.authorPereira, Vanessa Alves da Silva-
dc.date.accessioned2016-04-26T18:39:23Z-
dc.date.available2016-04-28T03:00:09Z-
dc.date.issued2016-03-07-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/169-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBig Datapt_BR
dc.subjectGestão empresarialpt_BR
dc.subjectEstratégiapt_BR
dc.subjectDireito à informaçãopt_BR
dc.subjectProcesso decisóriopt_BR
dc.subjectEstudo de casopt_BR
dc.titleBig data: um estudo em gestão empresarialpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7170723845748247pt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Maria José Veloso da Costa-
dc.contributor.referee2Costa, Robson Santos-
dc.description.resumoBig Data é um novo conceito que chega para revolucionar a relação das empresas com seus consumidores. A produção de dados pela sociedade aumenta em níveis exponenciais, chegando atualmente a um zettabyte de dados produzidos diariamente, a grande maioria através de e-mails, em redes sociais - como Twitter, Facebook, Linkedin -, através do Global Positioning System (GPS) dos milhões de aparelhos celulares e da Internet das Coisas, em que as máquinas estão conectadas à Rede produzindo milhares de bytes de dados a cada segundo. Analisar, cruzar e produzir informação a partir destes dados não-estruturados, que apresentam-se em volumes exacerbados, velocidade em tempo real e em diversos formatos não é tarefa fácil, porém algumas empresas já estão se aventurando no universo do Big Data para entender melhor seus clientes. O presente trabalho explora através de múltiplos estudos de caso, como cinco diferentes empresas - New South Wales Emergency Services, na Austrália; Nielsen Holdings, nos Estados Unidos; Ramco Cements Limited, na Índia, Dunnhumby, na Inglaterra e Netflix, Inc. nos Estados Unidos - utilizaram o Big Data para revolucionar seu posicionamento de mercado. Desenvolveu-se uma pesquisa bibliográfica exploratória qualitativa. A pesquisa buscou entender com que objetivos as aplicações Big Data estão sendo implementadas nas empresas e os resultados mostraram que, apesar de embrionários, as organizações estudadas já estão se beneficiando com projetos de Big Data para melhorar sua estratégia, ganhar vantagem competitiva sustentável e aprimorar seu processo decisório. No entanto, é preciso ter atenção sobre a questão da privacidade e do direito à informação, pois a tendência atual é que com o Big Data as fronteiras existentes entre os dados públicos e privados diminuam consideravelmente. As empresas que souberem dominar a eminente avalanche de dados que produzimos serão aquelas que dominarão o mercado empresarial no futuro.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Big data - um estudo em gestão empresarial.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.