Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1799
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMelo, Luiz Martins de-
dc.contributor.authorCunha, Gabriel de Castro-
dc.date.accessioned2017-04-18T20:26:52Z-
dc.date.available2017-04-20T03:00:13Z-
dc.date.issued2012-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1799-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSistema brasileiro de poupança e empréstimopt_BR
dc.subjectSistema financeiro habitacionalpt_BR
dc.subjectFundo de Garantia por Tempo de Serviçopt_BR
dc.subjectCrédito imobiliáriopt_BR
dc.subjectEconomia brasileirapt_BR
dc.titleA importância do setor de construção civil para o desenvolvimento da economia brasileira e as alternativas complementares para o Funding do crédito imobiliário no Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1618868071239305pt_BR
dc.contributor.referee1Guimaraes, Edson Perteli-
dc.contributor.referee2Costa, Felipe Alves-
dc.description.resumoApresentar as alternativas complementares para o funding do crédito imobiliário no Brasil. Atualmente, o funding é composto pelos recursos provenientes do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo e do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. A projeção de especialista do setor é que os recursos da poupança e do FGTS não consigam atender a demanda por crédito imobiliário no país, já em 2013. Mais especificamente, serão apresentadas as alternativas que estão em debate pelos agentes econômicos, sendo elas: a securitização de recebíveis e os coverdbonds. A partir dessa ideia, o objetivo específico do trabalho é mostrar a importância da ativação do setor de construção civil para o desenvolvimento da economia brasileira, onde, atualmente, se destaca a atividade de incorporação e construção, responsável pela crescente demanda por crédito imobiliário. Com base no arcabouço institucional e econômico que regulamentou a criação do Sistema Financeiro Habitacional, e consequentemente, a formação do fundo de financiamento de longo prazo do setor imobiliário, em 1964, o estudo verifica a alteração da estrutura econômica do país e a necessidade de modernização dos agentes econômicos para atender uma demanda habitacional reprimida por décadas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GCCunha.pdf787,63 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.