Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1994
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBastian, Eduardo Figueiredo-
dc.contributor.authorAlbuquerque, Pedro Paes Martins de-
dc.date.accessioned2017-05-12T19:47:05Z-
dc.date.available2017-05-14T03:00:11Z-
dc.date.issued2012-11-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1994-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectJuscelino Kubitschekpt_BR
dc.subjectPolítica econômicapt_BR
dc.subjectIndustrializaçãopt_BR
dc.subjectCrescimento econômicopt_BR
dc.subjectEstabilização monetáriapt_BR
dc.titleOs planos de estabilização monetária nos governos desenvolvimentistas de Juscelino Kubitschek e Arturo Frondizipt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3602965161433193pt_BR
dc.contributor.referee1Licha, Antonio Luís-
dc.contributor.referee2Earp, Fabio Sá-
dc.description.resumoA partir de 1930, tanto o Brasil quanto a Argentina optaram por uma industrialização via substituição de importações. Esse projeto de industrialização se fez presente, de forma deliberada, nos governos de Juscelino Kubitschek (1956-1961) e Arturo Frondizi (1958-1962). Tais governos adotaram políticas econômicas ditas desenvolvimentistas, nas quais o crescimento econômico seria liderado pelo crescimento industrial. Entretanto, a aceleração do crescimento econômico afetou suas economias de forma a desestabilizá-las ao acelerar a inflação, desequilibrar suas contas públicas e seus Balanços de Pagamentos. Para combater tal desestabilização, os dois governos adotaram planos de estabilização monetária. Apesar de um cenário macroeconômico parecido, os planos de estabilização adotados tiveram características diferentes, devido às suas conjunturas internas particulares, as quais permitiriam (ou não) a adoção de tais planos, além de terem influenciado na sua formulação. O presente trabalho tem por objetivo analisar as diferenças dos planos de estabilização monetária que seriam adotados e como as conjunturas internas influenciaram na elaboração e execução de cada plano.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PPMAlbuquerque.pdf557,61 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.