Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2001
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLicha, Antonio Luís-
dc.contributor.authorMachado, Rodrigo Damian-
dc.date.accessioned2017-05-15T19:07:43Z-
dc.date.available2017-05-17T03:00:13Z-
dc.date.issued2013-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2001-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSetor públicopt_BR
dc.subjectPolíticas públicaspt_BR
dc.subjectPolítica fiscalpt_BR
dc.subjectDemandapt_BR
dc.titleProposta de indicador de demanda do setor públicopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2371383684105308pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Barros, Gabriel Leal de-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1103185005408419pt_BR
dc.contributor.referee1Homsy, Nelson Chalfun-
dc.description.resumoApresenta o Indicador de Demanda do Setor Público (IDSP) proposto por Barros et al, que pretende mensurar de forma mais precisa o impacto do governo na demanda agregada. A motivação para a criação deste indicador passa pela melhoria das condições do endividamento público, que cria novos horizontes para o papel da política fiscal e para os indicadores utilizados para fazer este acompanhamento. Aqui nos interessa analisar as pressões exercidas pelo governo na demanda e de que forma medilas, levando em conta que as estatísticas fiscais tradicionais vêm sofrendo questionamentos quanto à efetividade em cumprir essa função. Nesse contexto é que o IDSP é proposto e construído a fim de sanar os aspectos que tornam as estatísticas oficiais imprecisas no que tange o impacto na demanda. O indicador proposto pretende fazer essa medida através da correção de distorções nos resultado fiscais a partir da retirada das chamadas receitas atípicas e do ajuste dos restos a pagar. Essas características distorcem os indicadores fiscais tradicionais. Outro ponto importante do IDSP é mensuração do impacto direto via consumo e investimento, e indireto através da alteração de renda dos agentes privados. Tendo por bases esses aspectos cria-se o IDSP, que como qualquer outro indicador está sujeito a imperfeições que apenas com o debate poderão ser sanadas.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RDMachado.pdf684.78 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.