Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2008
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGentil, Denise Lobato-
dc.contributor.authorAcar, Tatiana-
dc.date.accessioned2017-05-16T19:35:35Z-
dc.date.available2017-05-18T03:00:17Z-
dc.date.issued2013-04-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2008-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTeoria keynesianapt_BR
dc.subjectInflaçãopt_BR
dc.subjectEconomia brasileirapt_BR
dc.subjectControle de preçospt_BR
dc.subjectTaxas de jurospt_BR
dc.subjectTaxa de câmbiopt_BR
dc.subjectMoedapt_BR
dc.titlePolíticas não monetárias de controle da inflação: uma análise da economia brasileira na década de 2000pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/0387123116623256pt_BR
dc.contributor.referee1Licha, Antonio Luís-
dc.contributor.referee2Herman, Jennifer-
dc.description.resumoConfronta o debate entre inflação de demanda e inflação de oferta, com alternativas pós-keynesianas para o controle dos preços. Além disso, evidencia os tipos de inflação vivenciados pelo Brasil na década de 2000, e os custos da atual política de controle inflacionário. Conclui-se que o núcleo da inflação no Brasil é essencialmente de custos, pelo lado da oferta, e não de demanda, e que os preços são controlados pelo Banco Central via taxa de juros, indiretamente utilizando-se taxa de câmbio valorizada, que exerce um papel estabilizador na inflação.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TAcar.pdf202,63 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.