Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2043
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMedeiros, Alessandro Boechat de-
dc.contributor.authorTrianon, Rafael Berg Esteves-
dc.date.accessioned2017-05-19T19:51:19Z-
dc.date.available2017-05-21T03:00:15Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2043-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPseudoclivagempt_BR
dc.subjectSintaxe gerativapt_BR
dc.subjectCartografiapt_BR
dc.subjectPortuguês do Brasilpt_BR
dc.titlePseudoclivadas: uma análise cartográficapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3683514276827059pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8545040179496017pt_BR
dc.contributor.referee1Martins, Adriana Leitão-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3516755675572396pt_BR
dc.description.resumoNeste trabalho, trataremos de uma informação semântico-pragmática que também pode vir expressa através da sintaxe: o foco. Em PB, o foco pode ser expresso de diversas formas: (2) a. O JOÃO1 comeu o bolo. (foco in situ); b. Foi O JOÃO que comeu o bolo. (clivada canônica); c. O JOÃO foi que comeu o bolo. (clivada invertida); d. O JOÃO que comeu o bolo. (foco + que); e. Comeu o bolo foi O JOÃO. (semiclivada); f. Quem comeu o bolo foi O JOÃO. (pseudoclivada canônica); g. Foi O JOÃO quem comeu o bolo. (pseudoclivada invertida); h. O JOÃO foi quem comeu o bolo. (pseudoclivada invertida com foco pré-cópula); Esta pesquisa se dedica ao estudo das formas (2f), (2g) e (2h), estratégias de focalização (marcação explícita do foco) chamadas de pseudoclivadas. Tais tipos de construção apresentam os mesmos elementos: uma oração relativa livre (no exemplo, [quem comeu o bolo]), o verbo copular [ser] e um sintagma focalizado (no exemplo, [O JOÃO]). A literatura, de uma forma geral, não se dedica a propor uma análise que justifique a alternância entre essas três formas. Por isso, nossa análise busca compreender possíveis motivações para que essa variação ocorra.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Letraspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Letras - Literaturas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TrianonR.pdf1,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.