Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2092
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMedeiros, Carlos Aguiar de-
dc.contributor.authorVianna, Julia Bernardes-
dc.date.accessioned2017-05-29T15:02:59Z-
dc.date.available2017-05-31T03:00:11Z-
dc.date.issued2010-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2092-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCrescimento econômicopt_BR
dc.subjectPolítica industrialpt_BR
dc.titleCoréia e Taiwan: a insuficiência da análise neoclássica para compreensão do processo de desenvolvimentopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5609032708258360pt_BR
dc.description.resumoTrata das experiências de desenvolvimento da Coréia do Sul e de Taiwan, buscando identificar elementos chaves para o acelerado crescimento econômico dos referidos países após a década de 1960. Este por sua vez é analisado a partir de duas correntes de pensamento econômica, a neoclássica e a institucionalista. A primeira é representada em grande medida pelas recomendações do relatório de 1993 do Banco Mundial: The East Asian Miracle: economic growth and public policy, enquanto a segunda se baseia nas publicações de autores críticos ao Banco, em especial Ha-Joon Chang e Alice Amsden. No intuito de entender os processos de desenvolvimento do Leste Asiático, aqui representados pelos países em análise, torna-se evidente a insuficiência da teoria neoclássica em explicar os mecanismo de promoção ao desenvolvimento. No que se refere à perspectiva institucionalista, esta demonstra mais coerência, apesar de também não parecer inteiramente adequada ao estudo do desenvolvimento. A necessidade do entendimento das variáveis externas às dinâmicas coreanas e taiwanesa exige o complemento da teoria estruturalista para a análise do processo.O estudo que se segue busca, portanto, sugerir aspectos determinantes à compreensão das experiências de crescimento da Coréia do Sul e de Taiwan, estabelecendo um diálogo entre as premissas teóricas e a prática de políticas públicas implementadas entre as décadas de 1960e 1990.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JBVianna.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.