Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2497
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMathias, João Felippe Cury Marinho-
dc.contributor.authorTavares, Fabiana Matos-
dc.date.accessioned2017-07-26T16:33:57Z-
dc.date.available2017-07-28T03:00:13Z-
dc.date.issued2010-09-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2497-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPolítica monetáriapt_BR
dc.subjectAdministração financeirapt_BR
dc.subjectEstabilidade (Economia)pt_BR
dc.subjectEconomia brasileirapt_BR
dc.subjectTaxas de jurospt_BR
dc.titleConsiderações sobre a evolução das empresas financeiras na economia brasileira entre 1995 e 2006pt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5695324429380473pt_BR
dc.contributor.referee1Licha, Antonio Luís-
dc.contributor.referee2Lima, Fernando Carlos Cerqueira G. de-
dc.description.resumoAnalisa a evolução das Empresas Financeiras na economia brasileira no período de 1995 a 2006. Mais precisamente, busca-se entender como as elevadas taxas de juros praticadas no período, como instrumento para se promover a estabilidade econômica, contribuíram para tal evolução. Para isso, o trabalho usa como base a teoria Pós-keynesiana de Política Monetária aplicando seus principais conceitos na interpretação de dados concretos da Economia Brasileira a fim de delinear como se estruturou tal evolução.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Economiapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA MONETARIA E FISCALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FMTavares.pdf389,26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.