Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2499
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: O debate entre neoliberais e desenvolvimentistas sobre a economia brasileira na década de 1950
Author(s)/Inventor(s): Goldenberg, Paula Santos Coifman
Advisor: Erber, Fábio Stefano
Co-advisor: Earp, Fábio de Silos Sá
Abstract: No 2º pós-guerra, a questão do desenvolvimento voltou a ser uma preocupação central dos economistas e dos atores políticos que repensavam a ordem mundial. Em relação aos países desenvolvidos, o objetivo era manter o dinamismo da economia para evitar uma nova grande crise, como a de 1929. Em relação aos países do terceiro mundo, o objetivo era promover a industrialização para superar o estado de subdesenvolvimento. A questão do desenvolvimento nos países do terceiro mundo, portanto, atrelouse à questão da industrialização: considerou-se que o processo de industrialização seria a via que levaria inevitavelmente os países atrasados ao progresso das forças produtivas e das relações sociais. No Brasil, a industrialização já era uma preocupação central de governo desde 1930, na administração de Getúlio Vargas. Entretanto, foi no período do governo Juscelino Kubitschek (1956 – 1960), que a industrialização se tornou uma prioridade do governo, e que se desenhou um plano pragmático em prol dessa prioridade. Foi esse plano, composto por metas objetivas, que promoveu o primeiro ciclo de mudanças estruturais no país.
Keywords: Economia brasileira
Neoliberalismo
Industrialização
Desenvolvimento econômico
Política econômica
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::TEORIA ECONOMICA
Department : Instituto de Economia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Feb-2011
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2499
Appears in Collections:Ciências Econômicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PSCGoldenberg.pdf455,73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.