Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2561
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSá, Maria Irene da Fonseca e-
dc.contributor.authorGarcia, Isabele Oliveira dos Santos-
dc.date.accessioned2017-08-01T17:49:41Z-
dc.date.available2017-08-03T03:00:14Z-
dc.date.issued2017-01-06-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2561-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBibliotecaspt_BR
dc.subjectInstagrampt_BR
dc.subjectRedes sociaispt_BR
dc.titleBibliotecas no Instagram: um estudo sobre o uso do aplicativo por unidades de informaçãopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Maria José Veloso da Costa-
dc.contributor.referee2Freire, Gustavo Henrique de Araújo-
dc.description.resumoA Internet atualmente constitui-se como parte dos fenômenos da Sociedade da Informação, pois possibilita que a informação flua em uma velocidade antes não imaginada e conecta simultaneamente atores em regiões distintas. Enquanto plataforma, a Internet permite a emergência e criação de sites com os mesmos propósitos: conectar atores em diferentes locais, através de uma interface virtual. Dentre eles, estão os sites de redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram. O presente trabalho é um estudo exploratório, com abordagem qualitativa e caráter descritivo, motivado em responder ao seguinte problema de pesquisa: como a ferramenta Instagram é utilizada pelas bibliotecas e quais são seus objetivos? Os objetivos específicos visam descrever as principais características das publicações feitas pelas bibliotecas em seu perfil no Instagram, estudar os diversos usos por unidades de informação e avaliá-los, a fim de identificar seus objetivos. Para compor a amostra foram selecionadas cinco bibliotecas: Biblioteca Complutense na Espanha, Biblioteca Mario de Andrade no Brasil, Biblioteca Nacional do Brasil, Biblioteca Pública Digital do Chile e a Biblioteca Pública de Nova Iorque, nos Estados Unidos. Para responder ao problema da pesquisa, fez se o uso da observação como um meio para verificar o que foi postado pelas bibliotecas em seu perfil no Instagram, buscando identificar padrões nas publicações, semelhanças, diferenças e características próprias. Realizou-se a descrição dos perfis, classificando suas imagens em cinco categorias: (1) Acervo (2) Eventos (3) Serviços (4) Espaço (5) Hashtags. Os resultados das observações revelam que as bibliotecas selecionadas utilizam o Instagram com o objetivo de divulgar suas atividades, seus eventos, programas e projetos, seu acervo e seus serviços. As bibliotecas ainda pretendem indicar fontes de pesquisa, como as bibliotecas digitais que estão sob sua responsabilidade, utilizar os posts no Instagram como uma forma de trazer curiosidades e estar na rede de contatos dos usuários, o que lhes permite observar sua popularidade neste site de rede social. Percebe-se que tais unidades acabam por construir no Instagram um reflexo de seu estilo e propósito, pois tudo que a biblioteca pode oferecer (ou boa parte disso) para os usuários no ambiente físico e digital pode ser encontrado em seu perfil no Instagram. Exemplos dos usos e objetivos feitos por estas bibliotecas podem servir de modelo e inspiração para outras unidades que queiram atuar nesta plataforma.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Aparece nas coleções:Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IOSGarcia.pdf2,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.