Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/289
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSalis, Fernando-
dc.contributor.authorPinto, Rafaela Dias-
dc.contributor.authorDias, Felipe Tostes-
dc.date.accessioned2016-05-09T14:14:44Z-
dc.date.available2016-05-11T03:00:11Z-
dc.date.issued2008-07-09-
dc.identifier.citationPINTO, Rafaela Dias; DIAS. Felipe Tostes. Cinema em Sete Cores: homossexualidade no cinema brasileiro. 2008. 57f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/289-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCinemapt_BR
dc.subjectGêneropt_BR
dc.subjectHomossexualidadept_BR
dc.subjectCurta-metragempt_BR
dc.titleCinema em sete cores: a homosexualidade no cinema brasileiropt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7250543486330602pt_BR
dc.contributor.referee1Lopes, Denílson-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9933539110710810pt_BR
dc.contributor.referee2Lissovsky, Mauricio-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8617902192670705pt_BR
dc.contributor.referee3Fragozo, Fernando Antonio Soares-
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/8778872217181908pt_BR
dc.contributor.referee4Fernandes, Fátima Sobral-
dc.description.resumoCurta-metragem documentário, em que se traça um panorama sobre a forma como o cinema brasileiro retratou a personagem homossexual. Discussão sobre a existência de um cinema GLBT no país, suas origens, transformações e conseqüências. A importância da identificação do indivíduo com o personagem mostrado na tela e a necessidade de se ver representado de forma fidedigna à sua realidade. Através das entrevistas com atores, diretores e estudiosos, origina-se um debate sobre como se criou a noção popular de homossexualidade, seus preconceitos e o papel estereotipado em que o homossexual era permitido. Ilustração do travestimento nas “chanchadas”, como uma forma de trazer o assunto ao grande público; uso do lesbianismo como objeto de erotização, voltado para um público majoritariamente heterossexual masculino; a forte presença do gay no submundo da marginalidade e, finalmente, uma maior abertura para a humanização desses personagens, muitas vezes, tangenciando o politicamente correto, a partir de imagens de arquivo intercaladas com os depoimentos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Radialismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RPintoFDias.pdf519.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.