Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3109
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCoutinho, Eduardo Granja-
dc.contributor.authorSilva, Monique Pereira da-
dc.date.accessioned2017-11-07T20:00:18Z-
dc.date.available2017-11-09T03:00:27Z-
dc.date.issued2011-07-06-
dc.identifier.citationSILVA, Monique Pereira. Ah, eu sou jongueiro cumba! Negociação e resistência do jongo hoje. 2011. 114 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/3109-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectJongopt_BR
dc.subjectTradição culturalpt_BR
dc.subjectResistênciapt_BR
dc.subjectQuilombospt_BR
dc.titleAh eu sou jongueiro cumba! Negociação e resistência do jongo hojept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/2650649315934001pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Silva, Renato Mendonça Barreto da-
dc.contributor.referee1Amaral, Marcio Tavares d'-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7322409196325122pt_BR
dc.contributor.referee2Silva, Marisa Flavia da-
dc.description.resumoO jongo, cultura popular folclórica praticada no sudeste do estado do Rio de Janeiro, é abordado em suas diversas frentes com ênfase no significado e elaboração das mesmas para o próprio jongueiro, herdeiro desse saber. As comunidades Quilombo São José da Serra, do município de Valença-RJ, e Jongo da Serrinha, do bairro de Madureira, Zona Norte do Rio de Janeiro, são as referências do trabalho apresentado. Memória, cultura, tradição, modernidade e mediação são confrontados entre o “jongo-de-terreiro” e o “jongo-espetáculo”, visando o entrelaçamento desses, longe do discurso determinista da Verdade Absoluta. As mudanças da prática do jongo e suas consequências são constatadas a partir da contextualização histórica das comunidades em questão. Avalia-se como o jongueiro negocia a resistência de sua cultura, ao mesmo tempo que impõe à sociedade e a própria comunidade sua individualidade e necessidade próprias, enquanto membro de uma comunidade com essência na Arkhé, porém de caráter moderno e ocidentalizado.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MPSilva.pdf2.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.