Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3146
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGuimarães, Daniela de Oliveira-
dc.contributor.authorOliveira, Luciana Bezerra do Nascimento de-
dc.date.accessioned2017-11-09T13:12:24Z-
dc.date.available2017-11-11T02:00:32Z-
dc.date.issued2015-07-
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Luciana Bezerra do Nascimento de. A contribuição da brincadeira para o processo de socialização da criança na creche. 2015. 41 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Pedagogia) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/3146-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEducação infantilpt_BR
dc.subjectBrincadeiraspt_BR
dc.subjectInteração socialpt_BR
dc.titleEducação infantil: a contribuição da brincadeira para o processo de socialização da criança na crechept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5201077923193760pt_BR
dc.contributor.referee1Arenhart, Deise-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5887497111241761pt_BR
dc.contributor.referee2Maia, Maria Vitória Campos Mamede-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0576323713492756pt_BR
dc.description.resumoEstudo direcionado para a importância da brincadeira e sua relação com a criança em seus aspectos sociais. Tendo como ponto de partida a creche, que neste cenário serviu como fio condutor da pesquisa, foi possível investigar se a brincadeira contribui de algum modo para a sociabilidade da criança no contexto educativo. Numa abordagem que trouxe autores como Bondioli e Vygotsky, foi destacada a presença da brincadeira na vida da criança desde o nascimento até o início da idade escolar, fator de grande relevância para a formação do pensamento abstrato. Nesta dinâmica, foi elucidado também o papel do professor, que na sua função de mediador e facilitador das interações deverá ter o olhar atendo e direcionado para atender as necessidades da criança. Deste modo, tomando por base duas turmas distintas do maternal I, de uma creche da rede pública municipal do Rio de Janeiro, analisei sob três eixos diferenciados a lógica da brincadeira nas interações, cuja primeira relacionou-se entre as próprias crianças de modo espontâneo, a segunda através da mediação do educador e a última partindo do interesse das crianças em direção a presença do educador. Tendo em vista essas questões, foi possível identificar através da análise desenvolvida, que contou com a criação de registros coletados no campo prático, a predominância da brincadeira no cotidiano infantil no espaço da creche, contribuindo de modo significativo para a socialização da criança e consequentemente a formação da identidade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAO::EDUCACAO PRE-ESCOLARpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LBNascimento.pdf341,96 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.