Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3200
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorGuimarães, Daniela-
dc.contributor.authorSimões, Andressa Barbosa da Cunha-
dc.date.accessioned2017-11-27T12:18:01Z-
dc.date.available2017-12-01T02:00:33Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationSIMÕES, Andressa Barbosa da Cunha. Questões de Gênero na Educação Infantil: ser menino e ser menina nas interações e brincadeiras das crianças em uma turma no Colégio Pedro II – Realengo. 2016. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/3200-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEducação infantilpt_BR
dc.subjectIdentidade de gêneropt_BR
dc.subjectBrincadeiraspt_BR
dc.titleQuestões de gênero na educação infantil: ser menino e ser menina nas interações e brincadeiras das crianças em uma turma no Colégio Pedro II – Realengopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5201077923193760pt_BR
dc.contributor.referee1Santos, Núbia de Oliveira-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0619214710322051pt_BR
dc.contributor.referee2Silva, Sergio Luiz Baptista da-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/0028737125113983pt_BR
dc.description.resumoAponta ligações entre estudos sobre Gênero e Educação Infantil. A pesquisa investiga as relações de Gênero entre crianças de cinco a seis anos de idade que frequentam uma turma de Educação Infantil de uma tradicional instituição de ensino público federal do Rio de Janeiro, o Colégio Pedro II. O objetivo central constituiu-se em perceber como as crianças vão construindo as identidades e os papéis de Gênero nas relações que estabelecem com seus pares e os adultos mais próximos nos espaços educacionais. Considerando que as interações estabelecidas pelas crianças fazem parte de um conjunto de experiências objetivas e também subjetivas que vão criando as suas identidades, bem como os papéis sociais de Gênero pré-determinados, o trabalho buscou refletir sobre essas relações estabelecidas na interação e brincadeiras das crianças. Para está análise, a pesquisa baseia-se no estudo de autores como: Louro (1997, 2002, 2003), Finco (2003, 2004 e 2011) Kramer (2011), entre outros estudiosos nesses temas, para definições sobre Gênero, Educação Infantil e para que seja possível estabelecer relação entre ambos. A metodologia da pesquisa possui inspiração etnográfica, pois para realizá-la convivi de perto com as crianças, que são os principais sujeitos deste trabalho, para que assim fosse possível aproximar as interpretações elaboradas no estudo de campo com os sentidos que as próprias crianças produzem sobre as situações, e para isso foi preciso ouvi-las. Para este estudo foram realizadas observações de brincadeiras, desenhos e conversa com as crianças, registros em caderno de campo e fotos de momentos distintos da rotina da turma. Tomando por base os dados colhidos no decorrer dos meses em campo, se mostrou notório que mesmo entre as crianças os papéis de Gênero estão muito próximos dos papéis vividos pelos adultos que convivem no mesmo contexto cultural, e as identidades de gênero são experimentadas em diversos momentos de interação entre as crianças da Educação Infantil.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Educaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::TOPICOS ESPECIFICOS DE EDUCACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ABCSimões.pdf930.79 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.