Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3427
Type: Dissertação
Title: Variação craniana, bacular e citogenética em três populações de Thrichomys apereoides (Lund, 1839) (Rodentia: Echimyidae) do nordeste, centro e sudeste do Brasil
Author(s)/Inventor(s): Silva, André Luiz Guedes da
Advisor: Pessôa, Leila Maria
Abstract: No gênero Thrichomys cinco descrições de espécies são reconhecidas, sendo que geralmente este gênero é considerado monotípico. Thrichomys apereoides (Lund, 1839) descrito de Lagoa Santa em Minas Gerais é um roedor echimídeo que difere da maioria dos roedores desta família por apresentar pelagem macia e cauda densamente pilosa. Em estudos recentes que enfocam a espécie, os resultados das análises já realizadas (morfométricas, citogenéticas e moleculares) sugerem que Thrichomys seja politípico. O objetivo deste estudo foi realizar análises morfológicas (crânio e báculo) e análise citogenética em três amostras populacionais de Thrichomys apereoides em Minas Gerais (Lagoa Santa, Matozinhos e Santana do Riacho) incluindo os espécimes coletados por Lund (1839), na Bahia (Morro do Chapéu, Mucugê, Palmeiras e Rio de Contas) e em Mato Grosso (Barão de Melgaço), visando compreender os limites morfológicos de possíveis unidades evolutivas independentes dentro do gênero Thrichomys. As análises qualitativa e quantitativa do crânio foram úteis na diferenciação das amostras. Estados de caracteres cranianos, Análise das Funções Discriminantes e Análise dos Componentes Principais discriminaram as amostras. A amostra da Bahia foi totalmente discriminada no eixo canônico principal 1 e parcialmente discriminada das demais amostras no componente principal 1. A análise bacular não discriminou as amostras. A análise citogenética apresentou cariótipos diferenciados: Minas Gerais com 2n = 28 e NF = 50; Bahia com 2n = 26 e NF = 48; Mato Grosso com 2n = 34 e NF = 64. A amostra de Minas Gerais é alocada a Thrichomys aperoides. A amostra da Bahia é alocada a Thrichomys inermis. A amostra de Mato Grosso é alocada a Thrichomys pachyurus.
Abstract: Five nominal forms in Thrichomys has described, but this genera is currently regarded as monotypic. Thrichomys apereoides (Lund, 1839) described from Lagoa Santa (Minas Gerais) can be distinguished from other genera within the Echimyidae by its soft fur and densely-haired tail. Morphometric, karyological and molecular analysis in Thrichomys suggested that genera is politypic. The present study realized morphological (cranial and bacular) and Karyological analysis in three Thrichomys apereoides samples from Minas Gerais (Lagoa Santa, Matozinhos and Santana do Riacho) within specimens Lund ( 1839) collected, Bahia (Morro do Chapéu, Mucugê Palmeiras and Rio de Contas) and Mato Grosso (Barão de Melgaço) attempt to found independent evolutionary units. Qualitative and quantitative cranial analysis shows differences among the samples studied. Cranial traits conditions, Discriminant Functions Analysis and Principal Component Analysis discriminated the samples. The sample from Bahia has fully discriminated a1ong an axis CV 1 and parti11y discriminated along axis CP 1 . Bacular analysis not discriminated the samples. Karyological analysis discriminated the samples: 2n = 28 and FN = 50 from Minas Gerais; 2n = 26 and FN = 48 from Bahia; 2n = 34 and NF = 64 from Mato Grosso. Thrichomys apereoides is the oldest name the sample from Minas Gerais. Thrichomys inermis is the oldest name the sample from Bahia. Thrichomys pachyurus is the oldest name the sample from Mato Grosso.
Keywords: Trichomys
Echimyidae
Apereoides
Roedores
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::MORFOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Department : Museu Nacional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Jun-2005
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3427
Appears in Collections:Zoologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
656201.pdf6,26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.