Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3470
Tipo: Dissertação
Título: Estudo taxonômico dos "lagartos" fósseis (Lepidosauria : Squamata) da Bacia de São José de Itaboraí (Paleoceno), estado do Rio de Janeiro
Autor(es)/Inventor(es): Carvalho, Alberto Barbosa de
Orientador: Kellner, Alexander Wilhelm Armin
Coorientador: Zaher, Hussam el Dine
Resumo: São estudados 84 exemplares de "lagartos" do Paleoceno de São José de ltaboraí. O material consiste em fragmentos isolados, imcompletos, de premaxila, maxilas e dentários. Sete táxons foram reconhecidos: Iguania incertae sedis (gên. e esp. nov.), Gekkonidae (gên. e esp. nov.), Scincomorpha incertae sedis (dois táxons – gêneros e espécies novas.), Teiidae (gên. e esp. nov.), e Anguimorpha incertae sedis (dois táxons – gêneros e espécies novas). A presença destes táxons no Paleoceno de ltaboraí, apresentam implicações paleobiogeográficas importantes. Dentre estes, os lguania, presentes já no Cretáceo da América do Sul, corroboram a hipótese de que este clado teve sua dispersão no Novo Mundo a partir do continente sul-americano. A ocorrência de Gekkonidae extende o registro fóssil deste grupo no Novo Mundo ao Paleoceno, reforçando a ideia de que membros deste clado tenham entrado neste continente via rafting vindos da África, durante o Cretaceo Superior (como fizeram alguns grupos de vertebardos), quando um oceano já estava presente entre os dois continentes, e mais trade se dispersaram para o norte. A presença de representantes próximos aos xantusídeos no Paleoceno de São José " de ltaboraí, representa provavelmente um grupo irmão de Xantusiidae, sugerindo q este grupo tenha se originado na América do Sul e dispersado para a América Centra e América do Norte durante o Cenozóico. A diversidade de "lagartos" do Paleoceno de ltaboraí é complementada pela presença de dois novos táxons do clado Anguimorpha, sendo o primeiro registro deste grupo da Bacia de ltaboraí representam o primeiro registro fóssil deste grupo na América do Sul. Estes provavelmente representem uma nova família relacionada aos Anguioidea ou Platynota.
Resumo : ln this dissertation 84 selected "lizard" specimens of the Paleocene deposits from the São José de Itaboraí Basin were studied. The material consists of isolated, sometimes incomplete, premaxillae, maxillae and dentaries. Seven taxa were recognized as follows: Iguania incertae sedis (new gen. and esp.), Gekkonidae (new gen. and esp.), Scincomorpha incertae sedis (two taxa – new genus and species), Teiidae (new gen. and esp.), and Anguimorpha incertae sedis (two taxa – new genus and species). The presence of these taxa shows important paleobiogeographic implications. Among those is the occurrence of a member of Iguania, that were previously reported in the Cretaceous of South America, corroborating with the hypothesis that this clade was diversified in the New World from the south. The occurrence of Gekkonidae extends the fossil record of this clade in the New World to the Paleocene, reinforcing the idea that early members of this clade might have arrived to this continent from Africa by rafting sometime during the Late Cretaceous (as some other group of vertebrates hypothetically did), when a large seaway was already placed between those continents, and in latter times dispersed to the North. The presence of a xantusiid-like in the Paleocene deposits of the São José de Itaboraí < Basin, that possibly represents the sister group to the Xantusiidae, suggests that this clade might have originated in South America and than dispersed to Central and North America during the Cenozoic Era. The fossil "lizard" diversity of the Paleocene deposits of the São José de Itaboraí Basin, in complemented by the presence of two new taxa referable to the Anguimorpha, which is the first occurrence of this group in South America. They might represent new anguimorphan taxa that are closely related either to Anguiodea or Platynota.
Palavras-chave: São José de Itaboraí, Bacia (RJ)
Paleoceno
Paleontologia
Squamata fóssil
Lagartos fósseis
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::PALEOZOOLOGIA
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Dez-2001
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3470
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
570367.pdf11,39 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.