Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3514
Tipo: Dissertação
Título: Identidade e alocação taxonômica de duas formas simpátridas de Oxymycterus (Rodentia : Sigmodontinae) do sudeste do Brasil: uma avaliação de hipóteses sobre a diversidade do gênero
Autor(es)/Inventor(es): Gonçalves, Pablo Rodrigues
Orientador: Oliveira, João Alves de
Resumo: Oxymycterus é um gênero diverso de roedores neotropicais distribuído nas latitudes médias da América do Sul. A nomenclatura do gênero permanece confusa devido às dificuldades na delimitação morfológica de espécies e às controvérsias na aplicação de um conceito biológico de espécie a amostras alopátridas. Consequentemente, vários autores consideraram espécies descritas no Brasil como sinônimos de O. rufus (Fischer, 1814), dentre elas O. dasytrichus (Schinz, 1821), uma tendência que constitui uma hipótese nula sobre a diversidade de espécies no Brasil oriental. A descoberta de duas formas simpátridas de Oxymycterus em Viçosa, Minas Gerais, fenotipicamente similares a representantes destes dois grupos, estimulou investigações sobre o status destas populações como unidades evolutivas e seu relacionamento aos grupos de espécies rufus e dasytrichus, que forneceriam uma base para b teste das hipóteses de co-especificidade destes nomes. Duas abordagens metodólógicas foram assotadas para inferências taxonômicas: 1) a análise da variabilidade morfométrica de 22 amostras geográficas dos grupos dasytrichus, ru.fus e judex, que foi posteriormente complementada com a análise de caracteres qualitativos cranianos, fálicos e externos; e 2) a análise filogenética de sequências de nucleotídeos do gene mitocondrial citocromo-b. As evidências morfológicas e moleculares sugerem que: 1) as duas formas simpátridas de Viçosa constituem duas espécies geneticamente e evolutivamente independentes; 2) estas duas espécies se alocaram aos grupos de espécies dasytrichus e rufus, conseqüentemente corroborando estes nomes como unidades taxonômicas válidas; 3) o grupo dasytrichus caracteriza-se por um gradiente geográfico norte-sul de incremento das dimensões cranianas, dentro do qual uma das formas de Viçosa está inserida; 4) o grupo rufus é constituído por uma única espécie representada por amostras argentinas e por uma das formas simpátridas de Viçosa, sugerindo uma distribuição geográfica descontínua para esta unidade. Finalmente, 5) as divergências morfológicas e moleculares de uma das formas simpátridas de Minas Gerais em relação às amostras argentinas sugerem um padrão de diferenciação devido a um isolamento pela distância, produto de uma estruturação geográfica recente de O. rufus.
Resumo : Oxymycterus is a diverse neotropical rodent genus distributed at the middle latitudes of South America. The nomenclature of the genus remains obscure due to the difficulties in the morphological definition of species and to the controversies on the application of a biological species concept to alopatric samples. Therefore, several authors have considered the species described from Brazil as synonyms of O. rufus (Fischer, 181 4), including O. dasytrichus described from Bahia, a tendency that represent a null hypothesis on the species diversity of the genus in southeastern Brazil. The discovery of two sympatric forms of Oxymycterus in Viçosa, Minas Gerais, phenotypically similar to members of these groups, prompted \ investigations about the status of these populations as evolutionary units and their relationship with the rufus and dasytrichus species groups, which provided a framework to test the hypotheses of validity of these names. Two approaches were used to allow taxonomic inferences: 1) a morphometric · analysis of 22 geographic samples of the dasytrichus, rufus and judex groups, complemented by the analyses of qualitative cranial, phallic and externai characters; and 2) a phylogenetic analysis of cytochrome-b mitochondrial gene nucleotide sequences. The morphological and molecular evidence suggest the following conclusions: 1) the two sympatric forms from Viçosa comprise two genetically and evolutionary independent species; 2) these species were allocated to the dasytrichus and rufas species groups, thus supporting the validity of these names as distinct taxonomic units; 3) the dasytrichus group was characterized by northernsouthern geographic gradient of increase in cranial dimensions, including the darker form from Viçosa; 4) the rufus group was revealed to include only one species, represented by samples from Argentina and from one of the sympatric forms of Viçosa, suggesting a discontinuous geographic distribution for this species group; 5) the morphological and molecular divergences of one sympatric form from Viçosa m relation to the argentine samples suggest an isolation by distance model of differentiation due to a recent geographic structuring of O. Rufus.
Palavras-chave: Brasil, Sudeste
Roedores
Oxymycterus
Mata Atântica
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 14-Set-2001
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3514
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
542835.pdf7,25 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.