Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3610
Type: Dissertação
Title: Desenvolvimento pós-embrionário de Nothocrax urumutum (Spix, 1825) em cativeiro (Aves, Cracidae)
Author(s)/Inventor(s): Piffer, Cláudio de Carvalho
Advisor: Teixeira, Dante Luiz Martins
Abstract: Descrito no primeiro quartel do século XIX, Nothocrax urumutum permanece sendo um dos Cracidae menos conhecidos, estando caracterizado por aspectos morfológicos únicos quanto às partes nuas e a plumagem. Entre abril de 1993 e dezembro de 1998, foi possível acompanhar o desenvolvimento pós-embrionário de 28 filhotes da espécie nascidos no Criatório Científico "Rodeo Drive", ilha de Guaratiba, Rio de Janeiro, dos quais 18 foram acompanhados por um período de até 67 meses. Os ninhegos de Nothocrax urumutum apresentam neossóptilas variegadas de negro, branco, marrom, ocre, castanho etc, formando um padrão bastante complexo de aspecto geral bastante semelhante ao dos pintainhos de representantes dos gêneros Crax e Mitu. Os "jovens" mencionados por diferentes autores consistem de exemplares com menos de 130 dias de idade cuja plumagem ainda conserve algumas neossóptilas, enquanto que os uimaturos" ou "sub-adultos", tantas vezes descritos como "réplicas reduzidas dos pais", não passam de indivíduos de 131 a 411 dias de idade que possuam penas da segunda e/ou terceira geração passíveis de serem diferenciadas daquelas da quarta geração, cujo formato e colorido se apresentaria idêntico ao dos adultos. Conforme ocorre com outros Cracidae, a muda da asa e cauda de Nothocrax urumutum partiria da primeira para a décima primária, da quinta para a primeira e 12ª secundária e da terceira para a primeira e sexta caudal. Os jovens da espécie alcançam 92,09% da massa corporal dos adultos com dois anos de vida e 97,31% do comprimento total dos adultos com 175 dias de vida, enquanto que as medidas de cúlmen, tarso, asa e cauda atingem valores superiores a 90% da média registrada para bs adultos da espécie entre o 188º e o 209º dia de vida. Em média, as fêmeas de Nothocrax urumutum atingiriam a maturidade sexual com dois anos e meio de vida, ao passo que os machos com um ano de idade já apresentariam a parte da traquéia externa à cavidade toráxica muito semelhante a dos adultos em termos de tamanho e conformação. Em termos gerais, os filhotes de Nothocrax urumutum mostram-se quase tão independentes dos pais quanto os ninhegos de certos Phasianidae, embora o fato dos Cracidae nascerem com rêmiges e coberteiras superiores das asas diferenciadas encontre paralelo apenas entre os Megapodiidae. Graças inclusive a essa particularidade, os Megapodiidae e os Cracidae terminariam sendo muitas vezes considerados dois grupos muito "primitivos" aparentados entre si, pois a patente precocidade de seus filhotes corresponderia a um caráter no estado plesiomórfico em termos do padrão de desenvolvimento pós-embrionário apresentado pelos Archosauria, não sendo registrado em nenhuma outra ave atual.
Abstract: Described in the first quarter of the 19th century, Nothocrax urumutum remains one of the least known Cracidae, being characterized by unique morphological aspects such as its bare parts and plumage. Between April 1993 and December 1998, it was possible to study the postembryonic development of 28 nestlings of the species raised in the "Cristório Científico Rodeo Drive" at Ilha de Guaratiba, Rio de Janeiro, and 18 of which were monitored for a period of 67 months. The nestlings of Nothocrax urumutum present neossoptile speckled by black, white, brown etc., composing a very complex pattern very similar to the nestlings of Crax and Mitu representatives. ln this sense, the so-called "young" mentioned earlier by different authors consist of specimens less than 130 days old, the plumage of which still keep some neossoptile, while the "immature"or "sub- adult", so often described as "smaller copies of their parents", are not else than 131 to 411 days old individuais that have feathers of second and/or third generation able to be distinguished from those of the fourth generation feathers, which are identical to those of adults regarding colour and shape. As it is happens with other Cracidae, the wing and tail moult of Nothocrax urumutum would proceed from the first to the tenth primaries, from the fifth to the first and twelfth secondaries and from the third to the first and sixth rectrices. The youngs of the species reach 92. 09% of adult weight at about two years old, and 97.31% of adult total lenght with 175 days of life. The culmen, tarsus, wing and tail reach values higher to 90% of the recorded average for adults between the 188º and 209º day of life. On the average, Nothocrax urumutum females reach sexual maturity in two and a half years , while one year old males already present the trachea very similar to adults in terms of size and shape. ln general, the nestlings of Nothocrax urumutum are almost so independent from the parents as the downy youngs of certain Phasianidae, even though the fact that Cracidae are bom with already developed remíges and and upper wing coverts parallels only the Megapodidae. Because of such characteristic, the Megapodidae and Cracidae have often been considered related and very primitive groups, since the conspicuous precouciousness of their youngs corresponds to a plesiomorphy in terms of postembryonic development within the Archosauria.
Keywords: Morfologia
Cracídeos
Aves, Cracidae
Nothocrax urumutum
Ontogenia
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::MORFOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Department : Museu Nacional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 24-Feb-1999
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3610
Appears in Collections:Zoologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
456155.pdf13,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.