Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3691
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLuz, Cristina Rego Monteiro da-
dc.contributor.authorKaiser, Millos Lannes-
dc.date.accessioned2018-03-05T18:49:12Z-
dc.date.available2018-03-07T03:00:16Z-
dc.date.issued2011-11-12-
dc.identifier.citationKAISER, Millos Lannes. "Geração ritalina": o boom das vendas do remédio tarja preta pelos olhos do jornalismo literário. 2011. 53 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/3691-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectTranstorno do Deficit de Atenção com Hiperatividadept_BR
dc.subjectComportamentopt_BR
dc.subjectAutomedicaçãopt_BR
dc.titleGeração ritalina: o boom das vendas do remédio tarja preta pelos olhos do jornalismo literáriopt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9845102367219960pt_BR
dc.contributor.referee1Soares, Gazir Martins-
dc.contributor.referee2Feijó, Mario-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/5152972526429719pt_BR
dc.description.resumoDesenvolvida como uma reportagem especial nos moldes do que convencionou-se ser o jornalismo literário. Aborda o crescimento polêmico dos casos de TDAH (Transtorno do Deficit de Atenção e Hiperatividade) e o consequente aumento nas vendas da Ritalina, o medicamento mais receitado para o tratamento da doença. Tentando preencher lacunas que a cobertura jornalística convencional sobre o assunto deixara, o autor envolveu-se no campo pesquisado, consultando-se com um psiquiatra e vivendo uma semana sob os efeitos do remédio tarja preta. Antes, porém, de apresentar o produto, o trabalho faz um mapeamento do jornalismo literário, expondo a controvérsia em relação a sua nomenclatura, suas principais características, suas origens e seus momentos históricos mais emblemáticos. Ao fim, é feito um balanço geral da experiência prática, bem como uma defesa do gênero em questão como forma de se chegar onde o jornalismo imediatista, tão em voga hoje em dia, não chega.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MKaiser.pdf262.85 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.