Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/3792
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAmaral, Marcio Tavares d'-
dc.contributor.authorPenafiel, Julia Barros-
dc.date.accessioned2018-03-27T19:53:49Z-
dc.date.available2018-03-29T03:00:11Z-
dc.date.issued2013-03-05-
dc.identifier.citationPENAFIEL, Julia Barros. Diálogos com a verdade: um estudo sobre a verdade na sociedade pós-moderna. 2013. 64 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/3792-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectVerdadept_BR
dc.subjectFilosofiapt_BR
dc.subjectPós-modernismopt_BR
dc.titleDiálogos com a verdade: um estudo sobre a verdade na sociedade pós-modernapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/7322409196325122pt_BR
dc.contributor.referee1Vaz, Paulo Roberto Gibaldi-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5987778390189807pt_BR
dc.contributor.referee2Lissovsky, Mauricio-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8617902192670705pt_BR
dc.description.resumoA partir do estudo da obra Sobre a Essência da Verdade, de Martin Heidegger, busca-se uma melhor compreensão sobre a verdade e o seu papel. Assim, propõe-se uma genealogia do Ser e da verdade para comprovar que esta ainda impera na sociedade, ao contrário do que anunciam os pós-modernos: o fim do fundamento, do real e da verdade. Para melhor compreender o quadro atual, serão utilizados os estudos do filósofo contemporâneo Charles Taylor e, principalmente, o seu conceito de “horizonte inescapável”. Por fim, será discutido como a comunicação e a visão do outro são o que assegura a existência desse horizonte que comporta moral (visão do Bem) e verdade. Será utilizada ainda a análise de Chaïm Perelman sobre a verdade no domínio deliberativo para reforçar as conclusões anteriores. A contemplação total do que é a verdade escapa ao homem, que é limitado pela sua própria percepção e pode apenas vislumbrá-la do seu ponto de vista – porém as diferentes noções não invalidam sua existência, apenas comprovam que é impossível ao homem desvincular-se dela.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JPenafiel.pdf606,7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.